A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


27/06/2015 07:00

Pública, Sanesul repassa 10% a uma única empresa privada

Edivaldo Bitencourt

Férias – O secretário municipal de Planejamento, Finanças e Controle, André Scaff, está de férias neste mês. No período de turbulência no município, a pasta está sob o comando do adjunto, Ivan Jorge.

Esperança – O deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT), eleito presidente regional da sigla, tem o sonho de obter o consenso na sucessão municipal de 2016. Ontem, ele lembrou que foi candidato a prefeito em 2006 e ao Senado em 2010 após ter o nome aprovado por unanimidade na legenda.

Barreiras – No entanto, com o cenário indefinido na Capital, a prefeitura virou uma grande oportunidade para todos os políticos. Além de Dagoberto, outros dois deputados estaduais sonham com a oportunidade: Felipe Orro e Beto Pereira.

Churrasco – O clima foi de festa no PDT após o princípio de briga pelo comando do partido em Mato Grosso do Sul. A convenção estadual da sigla terminou com churrasco. Enquanto os membros votavam, uma equipe colocou a carne para assar.

Não! – Os vereadores não querem que Edil Albuquerque (PMDB) troque o cargo de líder de prefeito na Câmara Municipal pelo comando da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano. Eles até o criticam sobre o fato de atuar como coringa, já que também foi vice-prefeito e secretário de Desenvolvimento Econômico.

O que falta – Nos bastidores, vereadores da base e da oposição brincam que Edil poderia ser médico clínico geral. “Ele entende de tudo um pouco”, brincam, sobre o vereador atuar em todas as áreas e entender de quase tudo.

Privatizada - A Sanesul tem concessão para operar os serviços de água e esgoto, na maioria das cidades do Estado. Mas, contrariando a lei, repassa para empresas privadas. Num único contrato, com a Log Engenharia, paga 10% do seu faturamento anual (R$ 380 milhões).

Reação santa – O deputado federal Elizeu Dionizio (SD) faz parte da cruzada contra os gays. Ele pediu para a OAB denunciar os autores dos atos de vilipêndio (falta de respeito aos mortos) contra os cristãos durante a parada gay em São Paulo.

Fúria –O presidente da Fiems, Sérgio Longen, não gostou do aval de deputados federais de Mato Grosso do Sul ao projeto que acaba coma desoneração na folha de pagamento. Em nota, ele acusou Carlos Marum e Geraldo Resende de votarem a favor do desemprego.

Contra a fúria – Marun defendeu que votou a favor do Brasil. Já Resende não gostou da crítica e destacou que não é deputado da indústria. O curioso é que a presidente Dilma Rousseff não contou com os votos dos petistas Zeca do PT e Vander Loubet. O ex-governador fez uma cirurgia das varizes.

(colaboraram Antonio Marques, Leonardo Rocha e Juliana Brum)

Crise da JBS rouba atenção de Temer
Foco na JBS - No Governo do Estado, a vinda do presidente Temer a Mato Grosso não teve a mobilização típica de visitas anteriores de presidentes. Na ...
Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions