ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, DOMINGO  14    CAMPO GRANDE 19º

Jogo Aberto

Quem decide candidato do PL em Campo Grande é Bolsonaro

Por Jackeline Oliveira e Caroline Maldonado | 16/02/2024 06:00
Adriane Lopes e Jair Bolsonaro em junho de 2022, quando o então presidente veio à Capital (Foto: Reprodução das redes sociais)
Adriane Lopes e Jair Bolsonaro em junho de 2022, quando o então presidente veio à Capital (Foto: Reprodução das redes sociais)

Tremendo na base - A presença do novo presidente municipal do PL, Aparecido Andrade Portela, o “Tenente Portela”, dentro da prefeitura da Campo Grande, levantou mal estar no partido. Com várias forças defendendo candidatura própria, a proximidade de Portela com Adriane Lopes (Patriota) fortalece a possibilidade de apoio do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) à reeleição da prefeita de Campo Grande. Portela é coordenador municipal de Proteção e Defesa Civil da Capital desde setembro de 2023.

Plano frustrado - O ex-presidente era esperado em Campo Grande no dia 24 de fevereiro, para evento do PL Mulher, mas desmarcou por conta de manifestação encabeçada por ele em São Paulo. A expectativa era de que ele aproveitaria a visita para oficializar apoio sobre a eleição aqui na Capital.

Marcando firme - Espertos, os 3 cotados pelo presidente estadual do PL, Marcos Pollon, para candidatura própria em Campo Grande vão para São Paulo engrossar o movimento pró Bolsonaro na Avenida Paulista. Já confirmaram presença os deputados João Henrique Catan, Carlos Alberto David, o “Coronel David”, e o parlamentar cassado Rafael Tavares.

Sumidinhos - Em ano eleitoral, causou surpresa a ausência da prefeita Adriane Lopes (PP) na abertura do ano letivo da Rede Municipal de Ensino. O marido dela, o deputado estadual Lidio Lopes (sem partido) também não apareceu na Assembleia Legislativa, mesmo tendo projeto dele pautado para ser discutido na sessão, o que até gerou a dúvida sobre se o casal havia estendido a folga da Carnaval. A assessoria de imprensa da Prefeitura de Campo Grande, contudo, informou que a chefe do Executivo estava trabalhando, mas em "agendas internas".

Treinando - O sistema de votação eletrônica da Câmara Municipal já está pronto. Na sessão de quinta-feira (15) os nomes dos 29 parlamentares já apareceram no painel atrás da mesa diretora, exibindo presentes e ausentes. No entanto, a votação dos projetos ainda não foi eletrônica, porque agora é fase de treinamento.

Ninho? - O deputado estadual Márcio Fernandes (MDB), que fez aniversário nesta quinta-feira (15), foi convidado pelo colega Jamilson Name (PSDB) a entrar no partido: "Vem pro ninho que tá aquecido", disse. A brincadeira faz referência a idade do parlamentar, que completou 45 anos, número do PSDB nas urnas.

Virando tucano - Ao lado do presidente na Assembleia Legislativa na mesa, Márcio também recebeu os parabéns de Gerson Claro (PP). "O deputado tá virando tucano". E assim continuaram as menções ao PSDB, graças as 45 primaveras. Pedro Caravina (PSDB) também brincou com o colega: "Idade bonita hein, 45 deputado".

Novo membro - Os trabalhos da CCJR (Comissão de Constituição Justiça e Redação) da Assembleia voltam na próxima terça-feira (20), já com o deputado estadual Pedro Caravina (PSDB) como membro. A vaga foi herdada de seu suplente, o ex-deputado João César Mattogrosso.

Primo do Luan - Exonerado depois de ser pego no flagra em cenas picantes com mulher dentro de carro oficial, o ex-secretário de Finanças de Jaraguari pode voltar à vida pública. Primo do cantor Luan Santana, ele virou notícia novamente na cidade por ter pretensões eleitorais.

No ar de novo - Depois de 8 anos, o ex-vereador Edmilson Aparecido da Silva (PSDB), o “Gaiseiro”, conseguiu na Justiça anular condenação por suspeita de venda de casas populares. E aproveita para mudar de partido. No próximo sábado, ele se filia ao MDB, com direito à presença do cacique André Puccinelli.

Nos siga no Google Notícias