ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SEGUNDA  01    CAMPO GRANDE 21º

Jogo Aberto

Revelações: prefeito diz que "até" lavou louça em casa

Por Anahi Zurutuza e Leonardo Rocha | 02/04/2020 06:00
Prefeito Marquinhos Trad durante a live da tarde de ontem (Foto: Reprodução)
Prefeito Marquinhos Trad durante a live da tarde de ontem (Foto: Reprodução)

1º de Abril – No País da piada pronta, coronavírus passou quase ileso ao Dia da Mentira. Data das tradicionais pegadinhas, pouca coisa sobre a doença que se espalhou pelo mundo circulou nos grupos de WhatsApp e redes sociais. Até porque não é motivo para brincadeira, não é? O brasileiro está aprendendo a levar algumas coisas a sério? Tomara.

Tarefas domésticas – O prefeito Marquinhos Trad (PSD) começou a live de ontem falando justamente sobre aprendizado. Disse que cumpriu em casa tarefa que não executava desde os tempos de faculdade, lavar a louça.

Assustador – Apesar de anuncia afrouxamento de medidas restritivas para o comércio e transporte coletivo, o chefe do Executivo municipal disse continuar assustado com o avanço do vírus e fez cálculo. “A cada 45 minutos uma pessoa morre ali em São Paulo”, referindo-se à proximidade de Mato Grosso do Sul com o vizinho.

Sintonia – Ao anunciar que também vai manter escolas fechadas, como o Governo do Estado decidiu ontem pela manhã, Marquinhos negou especulações de disputa, por atenção que seja, com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB). “Sempre trabalhamos em sintonia, em harmonia, em unidade e neste momento, mais do que nunca, temos maturidade”.

De joelhos – Evangélico, mais uma vez o prefeito usou a transmissão ao vivo para convocar a população para reforçar os clamores pela intervenção divina na guerra contra o vírus. No domingo, das 10h às 11h, ele fara oração de joelhos e convidou a todos, independentemente de religião, a acompanhá-lo, pedindo para Deus “sarar a nossa terra”. “Uma hora de joelhos”, enfatizou.

Subnotificação – Nesta quarta-feira, foi o ministro Luiz Henrique Mandetta quem admitiu que o número de casos confirmados de coronavírus no Brasil está bem abaixo da quantidade de pessoas potencialmente focos da doença.

Testagem em massa - Por isso, o governo federal comprou 5 milhões de testes rápidos da China. De início, 500 mil kits serão enviados aos estados para testar profissionais de saúde que apresentaram algum sintoma da Covid-19. Nada se falou ainda de testagem em massa.

Tudo limpo – Depois de identificar passageiro que reclamou de dor de garganta e saiu do Aeroporto Internacional de Campo Grande direto para a quarentena domiciliar, por dois dias consecutivos, todos os que passaram pela barreira sanitária, estavam “limpos”. Mesmo assim foram aconselhados a isolamento total de ao menos 7 dias, já que os sintomas dos vírus aparecem em média com 5 dias.

Ferramenta - O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) também teve de se adaptar neste momento de pandemia do coronavírus. Por esta razão, começou nesta semana a fazer sessões de julgamento por vídeoconferência, sendo a da última segunda-feira (30), a primeira da história da instituição. Esta ferramenta virtual foi adotada como uma forma de prevenção.

Horários - O Tribunal avisou que os julgamentos vão ocorrer todas as segundas a partir das 17h e nas terças com horário marcado para as 9h. Também divulgou que quem quiser conferir as sessões poderá acessar o canal da entidade no Youtube. O presidente do TRE-MS, o desembargador João Maria Lós, fez questão de agradecer os técnicos por possibilitar este mecanismo virtual.