A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


20/12/2013 06:00

Santa tem devoto entre cassados e "eleitos"

Edivaldo Bitencourt

Cassems – O governador André Puccinelli (PMDB) não gostou de comentário do deputado federal Antonio Carlos Biffi (PT), de que ele acertou com a Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores), mas deixará a conta para o sucessor. “O Governo colocou a casa em ordem, enquanto o anterior, gostava de calotiar”, afirmou o peemedebista.

Guerra no twitter – O senador Delcídio do Amaral (PT) reagiu contra acordos que podem beneficiar o funcionalismo público. No twitter, ele criticou, mas não especificou o endereço dos comentários. “É de lascar criar despesas para outros pagarem a partir de 2015”, comentou o petista, pré-candidato a governador em 2014.

Bom gosto – O governador já decidiu onde descansar durante as férias de janeiro. Puccinelli e a família vão passar alguns dias nas cidades que figuram entre as mais lindas do País, Rio de Janeiro e Búzios.

De plantão – A Câmara Municipal definiu os cinco vereadores de plantão no período de fim de ano. A escala conta com Rose Modesto (PSDB), Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), Delei Pinheiro (PSD), Jamal Salem (PR) e Chiquinho Telles (PSD).

No tapepetão, não – Carlão criticou o prefeito da Capital, Alcides Bernal (PP), ontem. Ele disse que ele deveria se explicar no legislativo e não recorrer à Justiça para se livrar da Comissão Processante. “Ele não deve ganhar no tapetão, mas ganhar votos no legislativo”, defendeu.

Dias de agonia – O vereador Paulo Pedra (PDT), que teve a cassação confirmada pelo Tribunal Regional Eleitoral e suspensa pelo Tribunal Superior, admitiu que viveu “dias de agonia”. “Se não tivéssemos nesse plenário, a cassação seria injusta”, afirmou.

A santa – Nossa Senhora tem devotos entre os cassados e entre os beneficiados pela cassação. Paulo Pedra (PDT) revelou, ontem, que apelou a mãe de Jesus para obter o mandato de volta. Durante discurso na tribuna, ele fez uma oração em que pedia para “Maria passar na frente”. Saci prometeu ir a São Paulo para pagar promessa a Nossa Senhora Aparecida. 

Indisposição política – Líder do prefeito na Câmara Municipal, Marcos Alex (PT) revelou que tem uma “indisposição política” com o relator da CPI do Calote, Elizeu Dionízio (SDD). O motivo, segundo o petista, é a postura política contra Bernal do oposicionista que o tira do sério.

Mais uma – Os vereadores vão trabalhar nesta sexta-feira. A Câmara vota o Orçamento da Capital para 2014, que prevê R$ 2,7 bilhões. E o dia, apesar de ser o último fim de semana antes do Natal, promete ser puxado e com direito a sessão sem hora para acabar.

Indiciado – A CPI da Saúde da Câmara será concluída nesta sexta-feira e vai terminar com o indiciamento. É dado como certo o nome do ex-diretor do Hospital do Câncer, Adalberto Siufi, no relatório a ser apresentado pelo presidente da comissão, Flávio Cesar (PTdoB).

(colaboraram Kleber Clajus, Lidiane Kober e Josemil Arruda)

DEM e a disputa entre André e Reinaldo
Já escolhi - Sobre a declaração de Puccinelli que estaria "namorando" o DEM, o deputado Zé Teixeira fez brincadeira para dizer de qual lado da disput...
Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions