A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


20/12/2013 06:00

Santa tem devoto entre cassados e "eleitos"

Edivaldo Bitencourt

Cassems – O governador André Puccinelli (PMDB) não gostou de comentário do deputado federal Antonio Carlos Biffi (PT), de que ele acertou com a Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores), mas deixará a conta para o sucessor. “O Governo colocou a casa em ordem, enquanto o anterior, gostava de calotiar”, afirmou o peemedebista.

Guerra no twitter – O senador Delcídio do Amaral (PT) reagiu contra acordos que podem beneficiar o funcionalismo público. No twitter, ele criticou, mas não especificou o endereço dos comentários. “É de lascar criar despesas para outros pagarem a partir de 2015”, comentou o petista, pré-candidato a governador em 2014.

Bom gosto – O governador já decidiu onde descansar durante as férias de janeiro. Puccinelli e a família vão passar alguns dias nas cidades que figuram entre as mais lindas do País, Rio de Janeiro e Búzios.

De plantão – A Câmara Municipal definiu os cinco vereadores de plantão no período de fim de ano. A escala conta com Rose Modesto (PSDB), Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), Delei Pinheiro (PSD), Jamal Salem (PR) e Chiquinho Telles (PSD).

No tapepetão, não – Carlão criticou o prefeito da Capital, Alcides Bernal (PP), ontem. Ele disse que ele deveria se explicar no legislativo e não recorrer à Justiça para se livrar da Comissão Processante. “Ele não deve ganhar no tapetão, mas ganhar votos no legislativo”, defendeu.

Dias de agonia – O vereador Paulo Pedra (PDT), que teve a cassação confirmada pelo Tribunal Regional Eleitoral e suspensa pelo Tribunal Superior, admitiu que viveu “dias de agonia”. “Se não tivéssemos nesse plenário, a cassação seria injusta”, afirmou.

A santa – Nossa Senhora tem devotos entre os cassados e entre os beneficiados pela cassação. Paulo Pedra (PDT) revelou, ontem, que apelou a mãe de Jesus para obter o mandato de volta. Durante discurso na tribuna, ele fez uma oração em que pedia para “Maria passar na frente”. Saci prometeu ir a São Paulo para pagar promessa a Nossa Senhora Aparecida. 

Indisposição política – Líder do prefeito na Câmara Municipal, Marcos Alex (PT) revelou que tem uma “indisposição política” com o relator da CPI do Calote, Elizeu Dionízio (SDD). O motivo, segundo o petista, é a postura política contra Bernal do oposicionista que o tira do sério.

Mais uma – Os vereadores vão trabalhar nesta sexta-feira. A Câmara vota o Orçamento da Capital para 2014, que prevê R$ 2,7 bilhões. E o dia, apesar de ser o último fim de semana antes do Natal, promete ser puxado e com direito a sessão sem hora para acabar.

Indiciado – A CPI da Saúde da Câmara será concluída nesta sexta-feira e vai terminar com o indiciamento. É dado como certo o nome do ex-diretor do Hospital do Câncer, Adalberto Siufi, no relatório a ser apresentado pelo presidente da comissão, Flávio Cesar (PTdoB).

(colaboraram Kleber Clajus, Lidiane Kober e Josemil Arruda)

Campanha, tiro na escola e oportunismo
“Guerra virtual” – Não podia ser diferente. O episódio lamentável em que uma criança de 9 anos entrou armada na sala de aula em Campo Grande e atirou...
Justiça agora pode até cobrar Delcídio
Ainda à espera - A Justiça Eleitoral rejeitou o registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC) ao Senado, depois da derrota nas uras. A juíza Eliza...
Clima de campanha não poupa nem festões
Todo lugar - O clima de campanha, neste segundo turno polarizado, não deixa escapar nem os casamentos. Durante festa no sábado no bufê Murano, na Ave...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions