A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


02/01/2015 06:00

Vaga de conselheiro do Tribunal de Contas vai depender da Justiça

Edivaldo Bitencourt

Justiça – O STJ (Superior Tribunal de Justiça) deve decidir quem fica com a vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado. A avaliação é dos presidentes da Assembleia Legislativa, Jerson Domingos (PMDB), e da corte fiscal, conselheiro Waldir Neves.

Cumprir – Um dos principais defensores da indicação do deputado estadual Antonio Carlos Arroyo (PR) para o TCE, Jerson Domingos afirmou que vai acatar a decisão da Justiça. O recurso ao STJ é a última esperança do parlamentar assumir a vaga de José Ricardo Pereira Cabral.

Nulo – Para o corregedor-geral do TCE, conselheiro Ronaldo Chadid, não há dúvidas sobre o processo de aposentadoria de Cabral. Na primeira manifestação pública, ele classificou a aposentadoria como “fraudulenta e ilegal”.

Disputa – Durante a transmissão do cargo na Governadoria, partidários de André Puccinelli (PMDB) e Reinaldo Azambuja (PSDB) mediram forças no grito. O peemedebista foi o primeiro a surgir e metade da platéia entoou o grito “André, André”. Em seguida, o grupo repetiu o mesmo para o governador: “Reinaldo, Reinaldo!”.

Mau exemplo – O deputado estadual eleito Flávio Kayath (PSDB) precisou ser carregado na cadeira de rodas para entrar no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo. O local não tem acessibilidade e o ex-prefeito de Ponta Porã, que é cadeirante, sentiu na pele o descaso com os portadores de deficiência do local.

SinalReinaldo Azambuja espera obter um consenso entre os deputados do grupo para disputar a presidência da Assembleia Legislativa. Ele disse que o candidato pode ser o democrata José Teixeira ou o tucano Onevan de Matos. Kayath corre por fora como terceira via.

Nem menção – O governador não mencionou o nome do deputado estadual Júnior Mochi (PMDB). O líder peemedebista espera contar com o aval do tucano para ser eleito presidente do legislativo estadual.

Boas notícias – Reinaldo reafirmou, no discurso de posse, as principais promessas de campanha, como priorizar a saúde e reduzir os tributos sobre o óleo diesel e etanol. Também garantiu que vai promover um governo de inclusão social.

Ostensivo – No primeiro feriadão atuando no trânsito, a Guarda Municipal se mostrou de forma ostensiva no trânsito de Campo Grande. Com viaturas novas, os agentes municipais foram vistos em várias regiões da Capital durante a noite de réveillon.

Exceção – O vereador Chocolate (PP) foi o único vereador a prestigiar a festa do réveillon da família”, promovida pela prefeitura na Praça do Rádio. Segundo a assessoria do município, secretários municipais também prestigiaram a festa, que teve queima de fogos e reuniu 5 mil pessoas.

(colaboraram Leonardo Rocha, Filipe Prado, Marcelo Calazans e Angela Kempfer)

Adeus a "Playboy" tem foto de bebida na mesa de bar
Despedida – Tem gosto amargo e dolorido, principalmente para as pessoas próximas, a última foto postada nas redes sociais por Marcel Colombo, conheci...
Campanha, tiro na escola e oportunismo
“Guerra virtual” – Não podia ser diferente. O episódio lamentável em que uma criança de 9 anos entrou armada na sala de aula em Campo Grande e atirou...
Justiça agora pode até cobrar Delcídio
Ainda à espera - A Justiça Eleitoral rejeitou o registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC) ao Senado, depois da derrota nas uras. A juíza Eliza...
Clima de campanha não poupa nem festões
Todo lugar - O clima de campanha, neste segundo turno polarizado, não deixa escapar nem os casamentos. Durante festa no sábado no bufê Murano, na Ave...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions