A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


11/02/2014 06:00

Vereador não consegue tirar secretário de Saúde

Edivaldo Bitencourt

Ignorado – O prefeito Alcides Bernal (PP) ignorou, literalmente, a pressão exercida pelo vereador Jamal Salem (PR). Ele nem cogitou demitir o secretário municipal de Saúde, Ivandro Fonseca.

Na base – Jamal voltou a defender a demissão do titular da Sesau, mas negou que esteja barganhando o cargo. Ele disse que o secretário está muito desgastado e não tem condições políticas para continuar no cargo.

Por Campo Grande – Jamal reafirmou que continua na base, mas fez uma ressalva. Ele disse que está na “base de Campo Grande”. E votará a favor de todos os projetos favoráveis à cidade, não ao prefeito Alcides Bernal.

Revolta – A transferência de todos os juizados para o prédio do Shopping 26 de Agosto ainda vai causar muita polêmica. O Juizado das Moreninhas deverá ser transferido para o centro. Líderes comunitários estão se mobilizando contra a mudança.

Revolta 2 – O vereador Chiquinho Telles (PSD) é um dos lideres do movimento. Ele pode ingressar com ação na Justiça para evitar a mudança do prédio. No entanto, como a medida foi adotada pelo Poder Judiciário, resta saber se terá êxito na mudança.

IPTU – Os contribuintes não tiveram saída e foram obrigados e enfrentar longas filas para pagar o IPTU ontem. Além de pagar o tributo com reajuste de até 400%, eles enfrentaram filas quilômetros e espera de horas na Central de Atendimento e nas lotéricas.

Campanha – Os mais revoltados foram na página do prefeito Alcides Bernal no Facebook para criticar o aumento acima da inflação. Eles lembraram das promessas do progressista na campanha eleitoral, como congelar o tributo e concluir as obras do PAC do Bálsamo.

Lista – Eleitores fizeram uma lista dos problemas enfrentados por Bernal, como o recapeamento da Avenida Guaicurus, que não sai do papel; a conclusão da UPA da Moreninha;a construção do posto de saúde do Cristo Redentor e a marcação de consultas nas farmácias.

Governo – O PMDB e o PSDB devem retomar o diálogo nesta semana. O pré-candidato a governador, Nelson Trad Filho, agendou conversa com o tucano Reinaldo Azambuja para retomar a aliança. O deputado federal deseja disputar o Senado nas eleições deste ano e vem negociando formar chapa com Delcídio do Amaral (PT).

Antigo – O PSDB e o PMDB foram aliados de primeira hora em muitas eleições. Os tucanos apoiaram os peemedebistas nas eleições municipais que elegeram André Puccinelli e Nelsinho Trad. Só houve desarranjo na última eleição, quando Edson Giroto não teve o apoio dos tucanos.

(Colaborou Kleber Clajus)

A missão espinhosa de Marun
Casa cheia - No discurso em que saudou Carlos Marun como seu novo ministro da Secretaria de Governo, Michel Temer disse ter ficado preocupado com a p...
Só praças estão presos por cobrar propina
Só praças – A investigação sobre o envolvimento de policiais militares com a “Máfia do Cigarro” indica que, por ora, não há oficiais entre os policia...
Pezão pede dica a Reinaldo sobre dívida
Pedido de ajuda - Ao anunciar ontem o depósito do décimo-terceiro salário dos servidores, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) reforçou o discurso d...
Após "perder" cargo, deputado muda o tom
Mudou – Antes cotado para assumir uma secretaria do governo do Estado, o deputado Coronel David (PSC) está agindo ultimamente como oposição ao Govern...


Drº Jamal esta totalmente certo, a Sesau precisa de alguem competente e com conhecimento técnico para gerencia-la. Nada melhor de que os varios anos como medico e vereador,para saber o que campo grande precisa.
Drº Jamal alem de ser uma otima pessoa e um profissional extremamente competente.
Espero que o Bernal tenha conciência disso e abra os olhos.
Patrick.

 
Patrick Gutierres em 17/02/2014 08:08:36
Um leitor disse que "esse ano não teve epidemia de dengue", mas também não choveu nem metade do que choveu no ano passado. E estes são fatos interligados. Quanto à "economia" nos medicamentos, pode até ser... mas vejo muita gente (mas muita mesmo!) reclamando que recebe a receita na consulta, mas não tem remédio na farmácia do posto, tendo então que recorrer ao bolso pra comprar... De leve...
 
LEANDRO MOURA CASTRO DO NASCIMENTO em 11/02/2014 18:49:17
Eu acho que o Jamal tem que ficar quietinho no canto dele, se não há motivos para se trocar o secretário de saúde, deixa ele lé, como assim não tem condições políticas?????? O que é isso????? Ele não tá puxando o saco de ninguem???? O que vem a ser a condição política??? O Jamal tem???
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 11/02/2014 15:15:08
Hoje sabemos o porque de tantos políticos desejarem a secretaria de saúde. Antes era comprado remédio por R$70,00, hoje o mesmo remédio é comprado por R$ 5,00. além de outros que eram comprados antes por R$3,00 e hoje é comprado por R$ 0,70. Além de esse ano não ter epidemia da dengue porque ano passado foi feito um excelente trabalho. Mas como os gastos com a dengue diminuíram eles querem tirar o secretario, pois esta acabando com os problemas "sem gastar" tanto dinheiro.
 
Roberto Manre em 11/02/2014 08:57:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions