ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SEGUNDA  01    CAMPO GRANDE 23º

Jogo Aberto

Vereador sai por ai abraçando e distribuindo cestas

Por Ângela Kempfer | 06/04/2020 06:00
Foto publicada no dia 27 de março pelo vereador, durante uma das entregas de cestas básicas. (Foto: Reprodução Facebook)
Foto publicada no dia 27 de março pelo vereador, durante uma das entregas de cestas básicas. (Foto: Reprodução Facebook)

Vem coronavírus – Em ano eleitoral, o vereador Derly dos Reis de Oliveira, o Cazuza, resolveu passar o fim de semana distribuindo cestas básicas a pessoas sorteadas no programa de rádio que ele apresenta. Mas contra todas as recomendações de especialistas, não poupou abraços por onde passava. Fez questão de fotografar cada visita e postar nas redes sociais.

Silêncio - Quase dois meses após suposto atentado contra o deputado federal Loester Carlos (PSD), o assunto minguou. Ninguém mais ouve falar sobre as investigações que, segundo anunciou o parlamentar em 16 de fevereiro, iriam até o fim, custe o que custar.

Agora eu sei - Para uma coisa a crise da covid-19 serviu. O secretário de saúde do Estado, Geraldo Rezende, diz que descobriu o número de profissionais do setor que atuam em Mato Grosso do Sul. “Eu não sabia, mas são 59 mil pessoas envolvidas com a saúde”, admitiu ao agradecer o trabalho na linha de frente da pandemia, homenageando desde o guarda do posto de saúde, até os motoristas de ambulância, enfermeiros e médicos.

Astro - O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), anda super midiático. Depois de ser elogiado por todas as medidas tomadas até agora e adotar o colete do SUS como uniforme e marca registrada, ele apareceu na live da dupla sertaneja Jorge e Mateus,  que bateu o recorde de 3 milhões de visualizações durante transmissão ao vivo pelo Youtube, no sábado  (4).

Show - O sul-mato-grossense aproveitou a super vitrine para reforçar a necessidade de isolamento social, o que tem colocado Mandetta em pé de guerra com o presidente Jair Bolsonaro. “Que as pessoas possam ter esse contato, porque o show não pode parar, mas a aglutinação tem que parar. A gente tem que proteger um ao outro e proteger o sistema de saúde, para que depois a gente possa se abraçar”, disse o ministro.


Lotado - O problema é que especialistas criticaram duramente a live dos sertanejos, justamente por conta da aglomeração. Infectologistas destacaram a quantidade de pessoas da equipe nos bastidores, muito próximos, sem máscaras. Imagem que vazou na internet mostra um garçom (o único com máscara) servindo cerveja a pessoas em uma pequena aglomeração.

Renda na crise - O Senado aprovou projeto que obriga as empresas de aplicativos de reduzir o percentual cobrado dos motoristas por cada viagem. Se for sancionado, até 30 de outubro o índice será de 15%, bem menor que os 20% e 25% cobrados hoje.

Compras - Por outro lado, o Senado também aprovou projeto que muda 9 pontos do direito civil e do consumidor, Uma das alterações é suspensão do "direito de arrependimento", que até aqui é garantido pelo prazo de 7 dias para compras feitas pela internet ou telefone

.  As duas matérias ainda precisam ser aprovadas pela Câmara dos Deputados, antes de chegarem as mãos do presidente Jair Bolsonaro.

Emocionante - Médico que morreu vítima de coronavírus emocionou o Brasil depois de gravação de despedida dele, enviada ao filho, ter viralizado. O que liga ele ao Mato Grosso do Sul? O anestesista que há décadas vivia em São Paulo nasceu em Aquidauana.

Fique bem - Diamir Gomes, de 74 anos, havia sido dispensado dos plantões como médico anestesista por conta da idade, mas já estava contaminado. Pouco antes de falecer, quando ia para o hospital, ele enviou ao filho Diego um áudio por Whatsapp dizendo
"Fique bem, é a vida".