A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


20/11/2013 06:00

Vizinho é um dos articuladores de Delcídio

Edivaldo Bitencourt

Articulador de Delcídio - Moradores do mesmo condomínio, Jamil Name e Delcidio do Amaral (PT), estão cada vez mais próximos. O empresário é hoje o principal articulador da campanha do senador para o governo do Estado, em 2014.

Reuniões frequentes - Jamil, Delcidio e Pedro Chaves (PSC), secretário de governo do prefeito Alcides Bernal (PP), reúnem-se com frequência na casa do senador. Cunhado de Jamil, o deputado Jerson Domingos (PMDB) é outro simpatizante do petista. Se Delcídio ganhar, Chaves assume o cargo de senador por quatro anos.

Cansado - O deputado estadual Zé Teixeira (DEM), um dos principais defensores dos produtores rurais, descartou acompanhar uma comitiva que pretende ir junto com o governador André Puccinelli (PMDB) para encontro com o ministro José Eduardo Cardozo, na quinta-feira. "Já estou cansado de sentar na mesa com ministros que prometem isto e aquilo e depois não resolvem nada, não adianta ir lá ou eles virem para cá, no final fica do mesmo jeito", destacou ele.

Sindicalista e o produtor – Apesar de ser atacado pelos “movimentos sociais”, Zé Teixeira brincou que pode estar no mesmo barco em 2014. Tudo porque ele pode disputar com o presidente da Fetems, Roberto Botarelli César, a indicação de candidato a vice-governador na chapa de Delcídio.

Só Chapolin – O deputado estadual Rinaldo Modesto (PSDB) ironizou o fato do suplente de senador, Pedro Chaves, não ter convencido os tucanos a retornar ao barco de Bernal. "Se nem o Chaves conseguiu, imagina o Chapolin Colorado", brincou o tucano, sobre o famoso personagem dos seriados mexicanos.

24 horas – A Prefeitura de Paranhos admitiu o problema na confecção da folha de pagamento dos salários de outubro. No entanto, segundo a assessoria do prefeito Júlio César (PDT), a maior parte do problema foi sanado em 24 horas. O prazo pra resolver seria de 72 horas. Teve funcionário que recebeu apenas R$ 200 de salário.

Presente – A vereadora Grazielle Machado (PR) pode ganhar a cassação do prefeito Alcides Bernal (PP) de presente de aniversário. A data, 12 de dezembro, coincide com a apresentação do relatório da Comissão Processante, que pode propor o afastamento definitivo do chefe do Executivo.

"Aliada de grego" – A vereadora Luiza Ribeiro (PPS), que comandou a Fundação Social do Trabalho na gestão de Nelsinho Trad, não poupou críticas ao “ex-aliado”. Ele causou a fúria da oposição ao não poupar ataques ao peemedebista que era bastante elogiado por ela quando era seu chefe.

Perplexa – As críticas de Luiza ao ex-prefeito deixaram a presidente municipal do PMDB, a vereadora Carla Stephanini, perplexa. “Causa perplexidade a mudança de lado”, ressaltou a peemedebista. “Foi uma alfinetada”, reagiu o líder do bloco de oposição, Airton Saraiva (DEM).

Humoristas levam o troco – Humoristas de um programa local se deram mal ontem na Câmara Municipal. Eles pretendiam “dar um baile” na vereadora Juliana Zorzo (PSC). No entanto, a parlamentar sabia o Dia da Bandeira (19), comemorado ontem, cantar a música em homenagem ao pavilhão nacional e até o autor da música (Francisco Braga) e da letra (Olavo Bilac). E até o dia que o hino foi cantado pela primeira vez: 1906.

(colaboraram Marcos Ermínio, Leonardo Rocha e Kleber Clajus)

Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...
Secretário torce e comemora venda da folha
Torcida - Parecia um jogo valendo título a forma como o secretário de Finanças e Planejamento de Campo Grande, Pedro Pedrossian Neto, acompanhava a a...
Partidos fazem "fila" por Takimoto
Desejado - Na mira do PDT para perder o mandato, o deputado estadual George Takimoto já tem fila de interessados em seu passe na Assembleia Legislati...


Essa Vereadora Grazielle Machado está com os dias contados na política. Filha de um dos maiores articuladores dos últimos tempos da política do MS está fazendo totalmente ao contrário do seu pai que sempre esteve do lado do poder. Ou ela está achando que o povo de Campo Grande está apoiando suas atitudes?
O veneno dela chama-se "PAIXÃO". Uma mulher apaixonada faz tudo o que o "AMOR" pede até pular de cima da ponte em uma pedra. Acorda Grazielle, o tempo passa e o amor acaba.
 
Pedro Albertini em 20/11/2013 15:33:52
Juliana Zorzo sabe qual o dia da bandeira, a música e os compositores da música do pavilhão nacional? Hahahaha! fala sério! Isso no mínimo foi combinado, o cunho da reportagem vazou ou um milagre foi operado na ocasião. Até ontem estava gastando o dinheiro do papai na balada e de repente resolveu entrar pra política através de um discursinho religioso raso e fundamentalista. Besta sou eu.
 
Fábio Santos em 20/11/2013 08:15:55
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions