ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUARTA  10    CAMPO GRANDE 14º

Arquitetura

Arquiteto “aluga” chance de conhecer a cidade com outros olhos

Usando a plataforma Airbnb, João criou projeto “Campão a Pé” e convida todos para bater perna por Campo Grande

Por Thailla Torres | 14/02/2022 08:30
João mostrando detalhes da história da cidade na Rua 14 de Julho.
João mostrando detalhes da história da cidade na Rua 14 de Julho.

João Santos é professor, arquiteto, historiador, produtor cultural e um apaixonado por Patrimônio Cultural e por compartilhar experiências em Campo Grande, por isso, decidiu usar a plataforma de aluguéis por temporada, Airbnb, para ofertar aos visitantes e também campo-grandenses a chance de olhar para a cidade com outros olhos.

O projeto se chama “Campão a Pé”. O nome foi inspirado em um rolê de São Paulo chamado “Sampa a pé”, projeto que luta por recursos e melhores condições de caminhar pela cidade. Já por aqui, o projeto de João tem como objetivo bater perninha mesmo pela cidade, mas não à toa.

As primeiras visitas são pelo Centro da cidade, com arquiteto cheio de experiência como guia para fazer você descobrir percursos, paisagens, edifícios, histórias e memórias de uma forma mais profunda do que simplesmente olhar e achar que um edifício é bonito.

Na visão de João, Campo Grande possui um Centro Histórico vibrante e nada melhor do que desbravar essa região, numa verdadeira imersão.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Valorizo a experiência de andar pela cidade e sentir seus cheiros, ouvir seus sons, ver suas belezas e se encantar pela nossa história por meio do Patrimônio Cultural.”

O percurso criado pelo arquiteto até o momento, valoriza a caminhabilidade nas cidades e a ocupação das ruas pelas pessoas, ou seja, o direito à cidade!

Ele dura de 2 horas a 3 horas, com grupos de até 10 pessoas. Na plataforma, o preço cobrado pelo percurso é R$ 65,00 e para participar, se recomenda ir com roupa confortável, boné, protetor solar e muita vontade, afinal, além das andanças, conhecimento não faltará pelo caminho.

Tudo começou, lembra João, em 2018, numa parceria com o Sesc em comemoração ao centenário da Morada dos Baís, onde foi realizado um percurso histórico. Ele desenvolveu três percursos, mas não foram realizados todos devido ao período chuvoso. Depois disso, o projeto ficou engavetado, veio pandemia e os boletos para pagar. “E trabalhar com educação, cultura e arte no Brasil, não é fácil. Então, decidi colocar o projeto em prática e no universo”.

Foi um amigo que o indicou a plataforma como um caminho para fácil acesso a esse tipo de percurso, algo que já ocorre com mais força em São Paulo. Para inserir a ideia na plataforma não foi fácil, mas deu certo e o projeto foi aceito.

Com isso, os passeios se iniciaram mês passado e já têm datas disponíveis para este mês.

Agora, tudo o que João mais quer é ver o projeto ganhar força e, quem sabe, um patrocínio para que no futuro, ele não seja cobrado e sim, acessível a toda população.

João também quer nos bairros, levando a população a conhecer um novo conceito de nova centralidade.

Percurso é finalizado na histórica Morada dos Baís.
Percurso é finalizado na histórica Morada dos Baís.

No percurso atual feito pelo Centro, João inicia por um prédio histórico na Afonso Pena, recita poesia de Manoel de Barros – nosso eterno e amado poeta –, depois segue mostrando arquiteturas residenciais dos anos 50, 60, que tinham térreo comercial e o primeiro pavimento como moradia. Também faz questão de falar do Bar do Zé, um cenário que faz parte da história da cidade, os raizeiros que desapareceram, o poder da Rua 14 de Julho, Calógeras, Mercadão Municipal e outros pontos até finalizar a rota na Morada dos Baís.

“É garantir uma nova experiência e fazer com que a gente olhe para a cidade com outros olhos”, explica o arquiteto, que luta há anos para que o sentimento de pertencimento esteja no coração dos moradores.

Para participar do percurso e ter uma experiência diferente, confira os detalhes clicando aqui ou fique por dentro no Instagram @campaoape.

Acompanhe o Lado B no Facebook, Instagram do Campo Grande News e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Nos siga no Google Notícias