ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, TERÇA  13    CAMPO GRANDE 30º

Arquitetura

Desenho em parede foi o que deu vida à casa de Bruna na pandemia

Arte é exemplo de upgrade fácil e criativo para quem não aguenta mais olhar para a mesma parede sem graça

Por Letícia Ávila | 06/03/2021 07:15
A estudante Bruna Pache começou a pintar em paredes durante a pandemia (Foto: Kísie Ainoã)
A estudante Bruna Pache começou a pintar em paredes durante a pandemia (Foto: Kísie Ainoã)

Com a pandemia, nunca passamos tanto tempo em casa. Com o trabalho em home-office, cada vez mais pessoas ficaram isoladas dentro de quatro paredes. E por que não colorir essas paredes e ter mais vida dentro de casa? Esse é o trabalho da pintora e estudante de Biologia de 21 anos, Bruna Pache, que cria pinturas em parede que mostram a criatividade, a exclusividade e a expressão na hora de renovar a casa.

Como um estilo contemporâneo e inovador, a arte mostra a possibilidade de trazer vida através das cores, das formas e dos desenhos. “Não conhecia pessoas que faziam obras de arte como essas em paredes aqui em Campo Grande. Pesquisei materiais e tive a ideia de fazer em casa. Meus pais me apoiaram muito, e hoje tenho muita encomenda”, a pintora relata.

Quem não teve aquele período de ficar perdido dentro de casa durante a pandemia?! Algumas pessoas começaram a cuidar de plantas, outras adotaram um cachorro… Outras fizeram até as duas coisas. Bruna, por outro lado, começou a desenvolver mais seus trabalhos artísticos. Como sempre desenhou, teve a ideia de passar suas obras de arte de tecidos e quadros para a própria parede de sua casa.

Arte em paredes, conhecida como muralismo, está cada vez mais em alta por ser uma opção acessível (Foto: Kísie Ainoã)
Arte em paredes, conhecida como muralismo, está cada vez mais em alta por ser uma opção acessível (Foto: Kísie Ainoã)
Bruna também realiza outros trabalhos artísticos (Foto: Kísie Ainoã)
Bruna também realiza outros trabalhos artísticos (Foto: Kísie Ainoã)

Apesar de a moda ser nova em Campo Grande, diversos artistas estão aderindo ao muralismo, conhecido arte em parede. A vontade de renovar a casa na pandemia vem sendo o diferencial para o estilo de reforma fazer cada vez mais parte dos lares dos brasileiros. Para quem trabalha em home-office, inclusive, a pintura em parede traz destaque e cria cenários em meio às reuniões por videoconferência.

“A arte tem esse poder de transmitir o que você não consegue dizer”. Pensando nisso, a pintora e estudante investe também na personalização das artes, desenvolvendo um trabalho específico para cada cliente. “Quando vou criar uma pintura, pergunto sempre para a pessoa do que ela gosta, sejam as cores, as plantas etc, porque quando você entrar na casa dela, vai ver a arte que remete a própria personalidade dela”.

Pintura faz a diferença na sala de estar e chama atenção (Foto: Kísie Ainoã)
Pintura faz a diferença na sala de estar e chama atenção (Foto: Kísie Ainoã)

O diferencial das pinturas em parede está em também ser um “upgrade” acessível para a casa, inclusive para pessoas que não podem fazer grandes mudanças por morarem em imóveis alugados. “Você aluga uma casa que vem com aquelas paredes brancas, sem personalidade. A pintura é uma opção de trazer vida e personalidade”.

Além das artes em parede, Bruna também desenvolve quadrinhos sob encomenda e artes em tecido. Seu trabalho pode ser conferido e encomendado pelo perfil no Instagram.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário