A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019

08/03/2019 07:13

Não importa se são de plástico, professora coloriu toda a varanda com girassóis

Colorido chama a atenção de quem passa pela esquina da Joaquim Murtinho

Wendy Tonhati
Professora aposentada, Zara diz adorar coisas coloridas (Foto: Paulo Francis)Professora aposentada, Zara diz adorar coisas coloridas (Foto: Paulo Francis)

Em uma casa da Rua Pedro Celestino, os girassóis “nasceram” e tomaram conta da janela. Lá mora a professora aposentada Zara Mamud Kalil, 65 anos, que adora coisa colorida e não abre mão de uma decoração alegre.

A professora mora desde 1990 na casa e fez a decoração na época do Natal passado, porque achou que a casa estava apagada após uma reforma. Os girassóis foram espalhados pela grade da janela e na porta de entrada. Zara também colocou jardineiras com florezinhas menores na parede da varanda. As tradicionais cadeiras de fio completam a varada, uma de cada cor, para deixar o lugar bem alegre.

“Eu não vi em lugar nenhum. Veio na minha cabeça. Eu gosto de casa colorida e de roupas coloridas. Achei que [a casa] estava morta depois da reforma. Falei: vou decorar. Me deu na cabeça, experimentei e gostei. Sou um pouco extravagante na decoração”, conta Zara.

Varanda foi toda decorada com flores coloridas (Foto: Paulo Francis)Varanda foi toda decorada com flores coloridas (Foto: Paulo Francis)
Zara acabou com o estoque de girassóis no dia em que decidiu decorar a casa (Foto: Paulo Francis)Zara acabou com o estoque de girassóis no dia em que decidiu decorar a casa (Foto: Paulo Francis)
Paredes também ganharam pequenas flores (Foto: Paulo Francis)Paredes também ganharam pequenas flores (Foto: Paulo Francis)

A decoração tem chamado à atenção de quem passa pela casa da professora. “Tem gente que passa aqui e toca a campainha para saber onde eu comprei, quanto foi e se foi caro. Mas, eu comprei no Paulistão, vários buquezinhos e fui tirando as flores”. A decoração foi feita em duas horas com a ajuda de uma funcionária. Zara não sabe quantas flores comprou, mas foram cerca de R$ 700 nas flores e acabou com o estoque de girassóis que a loja tinha no dia.

Dentro de casa, ela também tem arranjo de flores na sala e mais buquês coloridos na cabeceira da cama, tudo feito por ela. A professora diz que escolheu as flores artificiais para evitar que piso da varanda fosse danificado pela água que cairia das plantas em um vaso. “Gosto de flores, mas não posso fazer nada aqui com plantas naturais, porque vai estragar o piso. Então, eu faço tudo artificial. O [piso] da minha irmã, já estragou o por causa disso. Vai caindo água e vai estragando o piso”.

Zara era professora do fundamental na Escola Estadual Miguel Couto “da 1ª a 4ª série de antigamente, mas era especializada em 3ª série”. Ela mora ao lado da casa da irmã, a também professora Zilda. As duas resistem em uma quadra que já está cheia de comércios e de consultórios. Por uma porta as duas podem ir e vir entre as residências.

Decoração com flores também no quarto (Foto: Paulo Francis)Decoração com flores também no quarto (Foto: Paulo Francis)

“Ela tem a casinha dela e eu tenho a minha completamente separada. Tenho a minha cozinha e ela tem a dela. De vez em quando, a gente faz junto. Comprei em um dia, fiz no outro e deu certo. Todo mundo gosta e eu vou colorir ainda mais”, adianta Zara.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram

Professora tem planos de colorir ainda mais a casa (Foto: Paulo Francis)Professora tem planos de colorir ainda mais a casa (Foto: Paulo Francis)
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.