ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, DOMINGO  19    CAMPO GRANDE 17º

Arquitetura

Prefeitura quer criar ‘Parque Esplanada’ no Complexo Ferroviário

Projeto não possui recursos para execução e está em fase de análise pelo Iphan/MS

Por Aletheya Alves | 17/04/2024 07:12
Projeto inclui novos acessos com cercamento do Complexo Ferroviário. (Foto: Reprodução/Prefeitura de Campo Grande)
Projeto inclui novos acessos com cercamento do Complexo Ferroviário. (Foto: Reprodução/Prefeitura de Campo Grande)

Em meio às movimentações envolvendo o Complexo Ferroviário, a Prefeitura de Campo Grande está propondo a criação do “Parque Esplanada”. Ainda sem recursos disponíveis para a execução, a Sugepe (Subsecretaria de Gestão e Projetos Estratégicos) enviou o projeto ao Iphan/MS (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) para análise técnica, já que se trata de uma área tombada.

Responsável pela Sugepe, subsecretaria que é um braço do gabinete da prefeitura, Catiana Sabadin explicou que o projeto envolve cercamento, iluminação e urbanização do complexo, sem restauro das edificações. Entretanto, por ainda estar na fase de projetos e aprovações, não há recursos previstos para as obras.

Conforme a maquete digital do Parque Esplanada, a área contemplada fica localizada entre a Avenida Mato Grosso, Rua dos Ferroviários, Rua Eça de Queirós e Rua 14 de Julho.

De forma geral, o projeto propõe a requalificação funcional de todo o espaço do parque, ações de paisagismo e novos portões de acesso com identidade visual. Há também a proposta de criar uma quadra de esportes e estacionamento ao lado da Rotunda.

Outro destaque do Parque Esplanada é a criação de espaços de convivência e academias, além de vias de acesso para ciclistas e pedestres com áreas de passeio internas que conectam todo o complexo.

O projeto ainda cria novos playgrounds acessíveis e academia ao ar livre. Segundo a Sugepe, há outros projetos desenvolvidos para praças e parques da cidade, mas que não estão sendo divulgados por também não contarem com recursos viabilizados.

Confira o vídeo completo abaixo:

Movimentações no Complexo Ferroviário

Outros projetos e ações envolvendo a área do Complexo Ferroviário têm tido movimentações nos últimos meses. Exemplo disso é a Feira Central, que aparece no vídeo da maquete digital com seus arcos.

Hoje, especificamente, a Feira (que possui um projeto individual) está aguardando parecer do Iphan nacional, já que o projeto vem sendo rejeitado no âmbito estadual desde 2018. Por isso, os recursos captados estão paralisados enquanto ainda não há resultado sobre aprovação.

Ao todo, a obra da nova Feira Central foi avaliada em mais de R$ 40 milhões.

O Complexo Ferroviário como um todo também foi contemplado pelo novo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) Seleções, do Governo Federal, para elaboração de projetos de arquitetura e engenharia. São R$ 800 mil destinados para esse fim.

Por enquanto, a Sectur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo) está em diálogo com Iphan/MS para delimitar o que será abordado pelo projeto.

Para ilustrar a necessidade de atenção e requalificação dos patrimônios do Complexo Ferroviário, no dia 7 de abril, o telhado do antigo abrigo de trens, ao lado da Feira Central, desabou com chuva e ventania.

Antes disso, o teto já não estava completo e todo o prédio possui estruturas fragilizadas devido à falta de manutenção.

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias