A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 27 de Maio de 2017

11/12/2013 11:43

Com apenas 10 ingressos por sessão, espetáculo fala sobre dor de amar

Lado B
Os elementos femininos no cenário de “De tudo fica um pouco”. (Foto: Helton Pérez/ Vaca Azul)Os elementos femininos no cenário de “De tudo fica um pouco”. (Foto: Helton Pérez/ Vaca Azul)

Em um quarto, um homem e todos os dilemas que podem surgir no amor. É um espetáculo para poucos. Apenas 10 pessoas podem entrar a cada sessão e experimentar a proposta psicológica apresentada com dança.

Em cena, o único é Yan Chaparro, intérprete, mas também o criador de “De tudo fica um pouco”. Com formação em Psicologia e capoeira, a dança contemporânea é movimento incorporado ao trabalho dele desde 2005.

Há 7 meses, sob direção de Chico Neller, a equipe prepara o espetáculo que vai da agonia de amar, à liberdade. O ponto de partida foi a poesia de Carlos Drummond de Andrade. “Escrevi vários contos a partir dessa frase ‘De tudo fica um pouco’, apresentei para o Chico e começamos o processo”, explica.

Aprovado no Prêmio Funarte Petrobras de Dança Klauss Vianna, em 2012, os contos de Yan ganharam a dimensão universal, a partir de observações. “Passamos a observar os relacionamentos de pessoas próximas, de romances em filmes, de anônimos”, lembra Yan.

Durante a apresentação, há vários pontos de interação com o público. “Usamos um espelho para cena de auto percepção, por exemplo”, antecipa.

O homem no palco também contribui para essa identificação, avalia o próprio interprete. “Tenho um corpo ‘humanizado’, normal. Não sou alto, sou baixo, tenho até uma barriguinha”.

A estreia de “De tudo fica um pouco” será nesta quarta-feira, no Movimente e Espaço de Danças, na rua Brigadeiro Tobias, nº 956, bairro Taquarussu.

A entrada é gratuita, mas tem de ser agendada antecipadamente pelo telefone 3025-2601 (atendimento de segunda a sexta, das 8h às 11h e 14h às 19h).

O diretor é Chico Neller e a produção de Renata Leoni, da Arado Cultural. Cenário e figurinos são assinados por Tetê Irie e a preparação corporal de Maria Elvira Machado. A trilha sonora é inédita, responsabilidade de Jonas Feliz.

O espetáculo segue em cartaz até domingo, sempre com duas sessões, às 19h30 e 21h.

Sesc Horto recebe espetáculo teatral gratuito na próxima semana
Entre a próxima quinta-feira (1) e sábado (3), o Teatro Prosa do Sesc Horto recebe o espetáculo "Três Vírgula Quatro Graus Na Escala Richter", da Com...
MS participa no mês de julho de feira de artesanato em Pernambuco
Mato Grosso do Sul participa em julho, entre os dias 6 e 16, em Olinda (PE), da Feira Internacional de Negócios do Artesanato, maior evento do setor ...



imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.