A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

23/08/2017 06:20

Com disco gravado também em MS, Tetê Espíndola retorna em busca de paz interior

Cantora lançou música ontem e o novo álbum, gravado aqui, em São Paulo e em Paris, sairá em 1º de setembro

Eduardo Fregatto
Tetê em sua nova identidade visual, criada para apresentar seu novo disco. As fotos foram feitasp ela sua filha. (Foto: Patricia Black)Tetê em sua nova identidade visual, criada para apresentar seu novo disco. As fotos foram feitasp ela sua filha. (Foto: Patricia Black)

Tetê Espíndola está de volta! E, o melhor, com um trabalho que se desenvolveu, em parte expressiva, em Campo Grande. Ontem, a cantora de 63 anos e quase 50 de carreira, lançou a música "Outro Lado" nas plataformas digitais. É o primeiro gostinho que temos do seu novo álbum, que leva o mesmo nome e será lançado dia 1º de setembro.

A artista deu a primeira entrevista sobre o assunto para o Lado B, numa conversa por telefone, ontem à tarde, e falou sobre o processo de gravação. "Basicamente, foi feito em vários lugares. Gravamos em Mato Grosso do Sul, com o Alex Cavalheri, outra parte em São Paulo e, por último, a mixagem e masterização em Paris, na França, com meu amigo Philippe Kadosch. Ele ouviu o que tínhamos feito em MS e gostou tanto, ficou tão encantado com a gravação, que quis realizar essa última etapa", explica.

A música nova de Tetê fala justamente sobre pertencimento em meio a lugares diferentes. "Não sou daqui, nem sou de lá / Sou sempre de outro lugar / Mas o que sou, é o onde estou agora / na lágrima, no riso que aflora", diz a letra.

"Eu estou chegando a conclusão de que esse outro lugar, que eu falo, é um lugar dentro da gente, dentro de cada um", analisa. "Cada um tem que achar o seu lugar, de paz, aquela coisa que te satisfaz. Pode estar no caos de São Paulo ou no meio do Pantanal".

Tetê durante o Festival de Inverno de Bonito, no mês passado. (Foto:  Eduardo Medeiros)Tetê durante o Festival de Inverno de Bonito, no mês passado. (Foto: Eduardo Medeiros)

Tetê, que mora em São Paulo há muitos anos, diz ter encontrado, por lá, esse seu local de harmonia e paz interior. "É um negócio que a gente tem que procurar e batalhar até encontrar. A maturidade ajuda muito", reflete. "Acredito que esse disco essa traz essa sonoridade mágica, as pessoas sentem isso quando o escutam, e procuram esse lugar de paz dentro delas, por meio do som", promete.

Na track list do álbum, 11 das 12 canções contam com os créditos de Tetê na composição. Apenas "Itaverá", um "chamamé maravilhoso", segundo ela descreve, é uma regravação de canção assinada apenas por seu irmão, Geraldo Espíndola. "Foi a música que ele me ensinou a tocar craviola", diz.

"O disco é de várias épocas, por isso se chama Outro Lugar, é um outro lugar em tudo, com várias as fronteiras, de influências e memórias. Tem composições desde 1964 a uma música mais nova, que compus em 2015", destaca a artista.

A capa do novo disco, Outro Lugar. (Foto: Patricia Black)A capa do novo disco, "Outro Lugar". (Foto: Patricia Black)

Outros nomes creditados são Arnaldo Black, que fez parte da criação do maior sucesso da cantora, "Escrito nas Estrelas", e até Manoel de Barros, em "Boca". "Eu musiquei um poema dele, quando estava grávida do meu primeiro filho. Essa música veio naturalmente, há muito tempo que queria grava-la".

Participaram na gravação do álbum instrumentistas como Tuco Marcondes, Marcelo Loureiro e Adriano Magoo. "Outro Lugar" será o primeiro álbum da Tetê desde o relançamento do clássico "Pássaros na Garganta", em 2013, pelo Sesc.

As fotos que apresentam esse novo trabalho foram feitas pela filha de Tetê, Patricia Black, e o conceito da arte é da artista com o designer Uibirá Barelli.

Tetê fará shows de lançamento, em São Paulo, nos dias 9 e 10 de setembro, no Teatro do Sesc Pompeia.

Curta o Lado B no Facebook.




imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.