A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Novembro de 2019

05/11/2019 06:10

De cabocla a Zé Pelintra na parede, Jurema Bar é mergulho em brasilidades

Dj Fábio e fisioterapeuta Tamires se uniram para algo que sentiam falta: diversão e religiosidade lado a lado

Danielle Valentim
Grafite da cabocla Jurema é a arte principal do bar feita pelo artista Curumex. (Foto: Paulo Francis)Grafite da cabocla Jurema é a arte principal do bar feita pelo artista Curumex. (Foto: Paulo Francis)

Com uma inauguração infinita e além, Jurema Bar abriu as portas ontem, mas comemora o início dos trabalhos até a próxima sexta-feira (8) com uma festa oficial. O bar é inspirado na Jurema, uma cabocla da Umbanda e o espaço ganhou uma decoração recheada da temática religiosa, com verde da natureza espalhado por toda a parte.

O conceito do bar de mesclar a diversão e a espiritualidade era um sonho antigo dos amigos e sócios Fabio e Tamires. Animados com a inaguração, a dupla lança até o desafio de garantir a diversão ou devolver sua Netflix.

Fábio Jara, de 31 anos, que também é DJ e produtor cultural, explica que o objetivo é levar brasilidade ao público. “O Jurema Bar nasceu da falta que nós sentimos na cidade de não ter nada aberto ligado à espiritualidade. Nós buscamos a brasilidade”, explica.

Imagens cultuadas da Umbanda. (Foto: Paulo Francis)Imagens cultuadas da Umbanda. (Foto: Paulo Francis)
Decorações inusitadas.  (Foto: Paulo Francis)Decorações inusitadas. (Foto: Paulo Francis)
Parte interna do bar. (Foto: Paulo Francis)Parte interna do bar. (Foto: Paulo Francis)

“Nós sempre tivemos vontade de ter um bar e, agora, como eu não conseguia emprego resolvemos tirar a ideia do papel”, completa a sócia-proprietária Tamires Lopes, de 25 anos.

Fábio garante que todos os símbolos encontrados no espaço são partes do bar. “Há uma diversidade de caboclas Juremas, tem a Jurema Guerreira, a Jurema do Rio, e essa grande índia está representando todas as Juremas. Também temos o Zé Pelintra, que representa a malandragem, a bebida, a dança, a diversão, que também é uma caraterística do bar”, explica.

Com propósito, o Jurema promete dar espaço à pauta da diversidade, negra e indígena. Além de expor a liberdade religiosa, o espaço quer exaltar a música popular brasileira, mas sem o funk e o sertanejo. “Vamos tentar essa resistência sem o funk e o sertanejo, esses estilos não vão tocar”, pontua Fábio.

Zé Pelintra grafitado em parede. (Foto: Paulo Francis)Zé Pelintra grafitado em parede. (Foto: Paulo Francis)
Corredor receberá colaboradores às sextas.  (Foto: Paulo Francis)Corredor receberá colaboradores às sextas. (Foto: Paulo Francis)

A decoração externa é toda reutilizada. Dos tambores que viraram mesa aos paletes transformados em bancos. As paredes ganharam as formas e cores do grafite e o ambiente é todo perfumado com a queima de incensos.

Para agregar, ao mesmo espaço, a personal hair stylist Camila, montou um studio, onde a mulherada corta o cabelo e toma uma cerveja.

“A ideia não é transformar o espaço em barbearia. Eu quero que as mulheres tenham o direito e um espaço para fazer um corte de cabelo e tomar uma cerveja. É um conceito barbearia para mulheres”, explica a barbeira.

Espaço conta com Studio destinado a mulheres. Clientes cortam o cabelo e tomam cerveja. (Foto: Paulo Francis)Espaço conta com Studio destinado a mulheres. Clientes cortam o cabelo e tomam cerveja. (Foto: Paulo Francis)

Sextas colaborativas - A ideia é que as atividades do bar se ampliem e se torne um espaço mais colaborativo. Às sextas, por exemplo, o Jurema abre as portas para artistas exporem e venderem seus trabalhos.

“Uma vez ao mês, o bar quer abrir as portas para ajudar casas de Umbanda e de Candomblé da cidade. Todas as sextas-feiras também serão colaborativas, boleiras poderão vender bolo, artistas seus trabalhos e artesanatos, enfim, qualquer arte”, frisa Fábio.

O espaço fica na Rua Joaquim Murtinho, 37, e abre de quarta à segunda-feira. Às terças acontece a gira interna, um dia para descanso e limpeza do local, portanto não abre. Vale lembrar que o bar fecha exatamente ás 23h59. Mesmo horário em que a bebida para de ser vendida.

Confira a programação:

Quarta #juremou
Abre às 18h
♡ Promoções no Bar
♡ Promo DRINKS
¤ Gin Tônica ¤ Caipirinha ¤ Caipiroska ¤

Quinta #EXxQuentaaa
O esquenta oficial bate forte o tambor
Abre às 18h
♡ PROMOÇÕES NO BAR
♡ LITRÃO
e música brasileira

Na sexta, inauguração oficial
Abre as 18h
Com show acústico de Ana Cabral
Discotecagem de Afro Jess
Promoções Infinitas no Bar
Entrada colaborativa para os artistas e manutenção da casa R$ 5,00 e uma muda de planta para ajudar a decoração da casa. R$ 10,00 sem planta.

Sábado #Tropicália
Discotecagem tropical pantanal quenteee
LineUp ???
♡ promoções infinitas no bar+++drinks+++ litrão
♡ Entrada colaborativa para os artistas e manutenção da casa R$ 5,00 e uma muda de planta para ajudar a decoração da casa. R$ 10,00 sem planta.

Domingo #Mangueiraço
TÁ CALORRR?
MANGUEIRA Liberada no rolê... chuveirão
Abre às 16h
♡ Promoções no Bar+ Drinks+ COPÃO+++
Discotecagem molhada
Lineup.... pra molhar a calcinha
Vem de biquíni, saída de banho...sunga e chinelão (sem chapinha por favor)
♡ Entrada colaborativa para os artistas e manutenção da casa Todo Mundo Vip com muda de planta 16h as 18h. A partir das 18h R$ 5,00 mais planta. R$ 10,00 sem planta.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.

Fábio e Tamires. (Foto: Paulo Francis)Fábio e Tamires. (Foto: Paulo Francis)
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.