ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 23º

Artes

De cápsula de café a galão, família faz tudo virar cachepô e decoração

Com itens recicláveis e técnica de decoupage, eles criam cachepôs, arranhador para gato e vasos de plantas

Jéssica Fernandes | 12/09/2022 08:20
Cachepôs de diferentes tamanhos viram itens decorativos e utilitários. (Foto: Marcos Maluf)
Cachepôs de diferentes tamanhos viram itens decorativos e utilitários. (Foto: Marcos Maluf)

Garrafa de amaciante, cápsulas de café, vidros e galões viram objetos decorativos e utilitários nas mãos de uma família de Campo Grande. O que poderia ser descartado no lixo é reciclado e transformado em vasos de plantas e cachepôs de diferentes cores e até arranhadores para os felinos.

O trabalho começou com Lourdes Maria, de 60 anos, quando ela por hobby passou a confeccionar guirlandas natalinas com as cápsulas utilizadas nas máquinas de café expresso.

Do serviço, ela conta que trazia o material que passou a ganhar outras formas. "Eu comecei a fazer, fiz bastante durante uns dois anos para decorar e vendia. Ela (Ana), viu, gostou e começou a me ajudar", relata Lourdes.

Há um ano, a família trabalha com o artesanato e os produtos recicláveis. (Foto: Jéssica Fernandes)
Há um ano, a família trabalha com o artesanato e os produtos recicláveis. (Foto: Jéssica Fernandes)

Com o tempo, Lourdes foi aprimorando a decoração até que a filha Ana Paula, de 32 anos, quis aprender. Não demorou para o genro Sanderson Freitas, de 24 anos, se envolver na produção artística. Agora, os três estão à frente do Viva Artesanato.

Eles levam as peças que possuem estampas, cores e tamanhos diversos para as feiras da cidade. Os produtos saem a partir de R$ 10, sendo o item de maior valor o arranhador para gatos, que sai a R$ 120.

Com fio de sisal e usando a técnica da decoupage, Ana é quem produz a maioria das peças. Já Anderson é quem pinta algumas delas, por exemplo, os vidros que ganham o acabamento mais colorido nos tons de amarelo, azul e laranja.

Vidros ganham pintura e estampa para virarem vasos de plantas. (Foto: Marcos Maluf)
Vidros ganham pintura e estampa para virarem vasos de plantas. (Foto: Marcos Maluf)

Há um ano produzindo o artesanato, Ana Paula explica que o processo se tornou algo importante para a saúde mental dela. “Particularmente é uma terapia. Comecei porque minha mãe falou que era legal fazer, mas se tornou uma terapia para a depressão e me ajudou”, afirma.

Através de vídeos no Youtube, a família sempre está procurando aprender algo novo. Maria é quem traz os materiais para Ana Paula testar novas criações. "Minha mãe pega as ideias, compra o material e fala: 'Faz'. Então é tudo em família", conta.

A auxiliar administrativa fala que tudo é aproveitado. “Vai desde garrafa de amaciante, desinfetante, vidro de café, molho de tomate a galão de água de vinte litros. Isso era uma garrafa de sabão, mas virou cachepô e a pessoa pode fazer um utilitário para guardar o que quiser”, diz.

 Quem quiser conhecer o trabalho, o perfil no Instagram é @viva.artesanatos_

Confira a galeria de imagens:

  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Nos siga no Google Notícias