ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUARTA  10    CAMPO GRANDE 11º

Artes

Ensinar artesanato que a salvou da depressão virou meta de Rosana

De bijouteria até bonecas de pano, artesã quer ajudar pessoas a conseguir renda assim como ela conseguiu

Por Aletheya Alves | 26/06/2022 07:11
Rosana Aparecida Palácio Benitez decidiu repassar ensinamentos que a ajudaram sair da depressão. (Foto: Kísie Ainoã)
Rosana Aparecida Palácio Benitez decidiu repassar ensinamentos que a ajudaram sair da depressão. (Foto: Kísie Ainoã)

Lidando com artesanato desde os 20 anos, Rosana Aparecida Palácio Benitez conseguiu sair de períodos depressivos e sem renda quando se descobriu como trabalhadora artística. Agora, com 53 anos, pensando em como poderia inovar e ajudar mais pessoas, decidiu se arriscar na Internet como professora no Youtube.

Assim como aprendeu a fazer artesanatos do zero, Rosana quis aprender a fazer todo o processo de vídeos da mesma maneira. Sem cursos e com desejo de aprender e repassar seus conhecimentos de um jeito diferente, ela criou seu canal na Internet e já comemora quase 10 mil visualizações.

Sobre a experiência, ela conta que chega a ser engraçado pensar que, na época em que aprendeu sobre artesanatos, os cursos eram feitos através de revistas. “Primeiro eu aprendi a fazer em um curso presencial de panos de prato com minha mãe, mas o que nós tínhamos à distância naquela época era só por revista mesmo”, explica.

Pequeno espaço foi criado no quintal de casa para a gravação dos vídeos. (Foto: Kísie Ainoã)
Pequeno espaço foi criado no quintal de casa para a gravação dos vídeos. (Foto: Kísie Ainoã)

Conforme ela detalha, depois dos panos de prato, aprendeu sobre bijuterias e a variedade de opções só foi aumentando. “Fiz terços, pintura em gesso e até bonecos de feltro. Por último, cheguei nas bonecas de pano, que são meu foco hoje”.

Já tendo toda a experiência com os artesanatos, Rosana começou a pensar que poderia aumentar a quantidade de alunos e também se desafiar. Por isso, aprendeu a fazer as gravações, pesquisou sobre a edição básica de vídeos e deu início aos ensinamentos na Internet.

“Minha ideia é ensinar as pessoas sobre coisas fáceis e que consigam vender. O artesanato foi minha primeira fonte de renda e quando passei por momentos difíceis, foi ele que mais me ajudou”, conta Rosana.

Bonecas e alguns acessórios são os principais produtos da artesã. (Foto: Kísie Ainoã)
Bonecas e alguns acessórios são os principais produtos da artesã. (Foto: Kísie Ainoã)

Acreditando que poucas pessoas veriam os vídeos, ela detalha que se surpreendeu quando as aulas começaram a ter 100 visualizações.

Relembrando sobre sua própria história, ela comenta que até hoje o artesanato é uma paixão, por isso, ver outras pessoas conhecendo seu trabalho tem sido mais uma realização.

“Ver as pessoas dizendo que estão gostando, que vão tentar fazer, nossa, fico muito feliz mesmo. Além das aulas, também consegui vender algumas peças diferentes e ajuda ainda mais na renda do mês”.

Se preparando para continuar produzindo os próximos conteúdos, ela completa que está disposta a se desafiar cada vez mais. “Preciso fazer pelo menos um artesanato por dia, então já estou pensando em novos cursos como um só de bonecas de pano, estou muito feliz!”.

Para acompanhar as aulas e conhecer mais sobre o trabalho de Rosana, clique aqui.

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Nos siga no Google Notícias