A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

04/04/2018 08:08

Espetáculo de companhia mineira reúne peças curtas inspiradas em fatos recentes

Peças falam de um linchamento, um atropelamento, uma chacina policial e um movimento grevista.

Ângela Kempfer
Espetáculo reúne dança, musicalidade e manipulação de bonecos.(Foto: Divulgação)Espetáculo reúne dança, musicalidade e manipulação de bonecos.(Foto: Divulgação)

De Minas Gerais, o Grupo Espanca traz a Campo Grande "Real: Teatro de Revista Política", espetáculo que reúne 4 peças de curta duração para falar do Brasil atual. Os textos são inspirados em fatos recentes e falam de um linchamento, um atropelamento, uma chacina policial e um movimento grevista.

Hoje, o grupo mineiro é um dos mais elogiados na dramaturgia contemporânea, por discutir a “violência das afetividades”.

O espetáculo reúne as peças Inquérito, O Todo e as Partes, Maré e Parada Serpentina. Cada uma dura cerca de 30 minutos, encenadas uma após a outra. A direção geral é assinada por Gustavo Bones, Marcelo Castro e Aline Vila Real.

As linguagens estéticas são bens diversas em cena. O processo de criação foi coletivo. A companhia enviou fatos políticos recentes para 5 dramaturgos e eles elaboraram os textos teatrais curtos.

Parada Serpentina, por exemplo, é recorre à dança para apresentar um grupo que se movimenta como corpos-lixo qie se amontoam e paralisam cidades maravilhosas.

O Todo e as Partes usa manipulação de bonecos. Um jovem é atropelado e tem um dos braços amputados. A lei diz que o homem culpado deve ceder um de seus membros à vítima como reparação. O braço arrancado torna-se o personagem central da trama.

Maré explora a musicalidade das falas dos personagens, que narram, sob diferentes pontos de vista, a vida na favela onde moram.

Inquérito tem pai e filhas que brincam de um jogo de perguntas e respostas enquanto tentam conviver com a morte violenta da mãe que assombra a todos constantemente.

Na estreia em São Paulo, em 2015, a peça foi apontada como um dos dez melhores espetáculos pelo Jornal Estadão. 

Endereço - O espetáculo será encenado em Campo Grande, na sede do Teatral Grupo de Risco, na Rua José Antônio, 2170, Vila Rosa Pires. São duas sessões programadas, hoje e amanhã, ambas às 19h. Os ingressos são super acessíveis,  custam R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia).

Pela acessibilidade, as apresentações tem interpretação em libras e audiodescrição. 



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.