A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

19/07/2017 06:30

Exposição no Marco abre hoje com quatro mostras diferentes e entrada gratuita

Eduardo Fregatto
Pintura de Antonio Lima é parte da mostra com técnica Naif. (Foto: Acervo Pessoal)Pintura de Antonio Lima é parte da mostra com técnica Naif. (Foto: Acervo Pessoal)

O Museu de Arte Contemporânea (Marco) abre hoje uma nova temporada de exposições, com entrada gratuita para o público. Serão quatro mostras de estilos e inspirações diversas, abertas até setembro.

A temporada é composta pelas mostras "Primitivos", coletiva de Agnes Rodrigues, Ana Luiza Martins, Anelise Godoy, Antônio Lima, Cecílio Vera, Lúcio Larangeira e Patrícia Helney (Campo Grande); "A Voz do Silêncio", com esculturas de Aldo Torres (Campo Grande); "Do lado de cá, do lado de lá", com pinturas executadas por Eugênia França (Contagem-MG) e "Cadafalso", que também apresenta telas produzidas por Alessandra Cunha (Uberlândia- MG).

A primeira é um mosaico da arte Naif que representa elementos sul-mato-grossenses como o Pantanal, o Cerrado e a Fronteira. A técnica Naif é reconhecida como a "arte ingênua", por suas formas que para muitos lembram traços de crianças e aparentemente simples. 

Escultura de Aldo Torres, da mostra “A Voz do Silêncio”.Escultura de Aldo Torres, da mostra “A Voz do Silêncio”.

Em "A Voz do Silêncio", Aldo Torres apresenta esculturas e composições de variadas dimensões. O artista utiliza madeira reciclada e transforma tacos de sinuca descartados, bengalas e baquetas quebradas em arte.

Na mostra "Do Lado de Cá, do Lado Lá", Eugênia França reúne pinturas que discutem capitalismo e humanidade, levantando discussão sobre a sociedade em que vivemos. Para criação das peças, foram utilizadas até lonas velhas de caminhões.

Por último, "Cadafalso" é um conjunto de pinturas de Alessandra Cunha criadas para tratar de um assunto sempre presente na sociedade: o machismo. Em um momento em que o feminismo se ergue forte nas manifestações de desejo de igualdade, homens e mulheres começam a perceber e lutar para dar um basta nas violências.

A Segunda Temporada de Exposições 2017 estará aberta à visitação de terça a sexta, das 7h30 às 17h30. Sábados, domingos e feriados das 14h às 18 horas. O Museu de Arte Contemporânea fica na Rua Antônio Maria Coelho, nº 6000, no Parque das Nações Indígenas.

Curta o Lado B no Facebook.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.