A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

18/12/2016 07:25

Inspirado no mar e na poesia, arquiteto tem ilustrações encantadoras em aquarela

Thailla Torres
Música, poesia e os mares são inspirações para o artista. (Foto: Bruno Kulczynski)Música, poesia e os mares são inspirações para o artista. (Foto: Bruno Kulczynski)

Aos 32 anos, o campo-grandense Bruno Kulczynski tem um jeito peculiar de colorir. Inspirado nas águas e no universo naútico, o artista, faz surgir no papel e em paredes ilustrações encantadoras.

O trabalho de Bruno já é reconhecido na cidade. Faz parte de uma coleção de peças da marca Canarito. Cinco de suas ilustrações foram parar na Afonso Pena em um projeto do Sesc, que levou poesias de Manoel de Barros para a avenida, em comemoração ao centenário do poeta.

Bruno também é arquiteto e o interesse pela profissão surgiu para dar sentido à vontade que mantinha pelos desenhos. O talento surgiu na infância. "Desenhei desde pequeno. Acabei fazendo Arquitetura para trabalhar com os desenhos e conseguir expressar a arte", explica.

Bruno também leva suas ilustrações para as paredes. Bruno também leva suas ilustrações para as paredes.

As ilustrações ganharam popularidade depois que Bruno divulgou nas redes sociais. "No dia dos namorados fiz uma ilustração de um retrato e publiquei no Facebook, foi ai que começaram os pedidos", conta.

As obras são pintadas em papéis e paredes de ambientes que usa como telas. Em aquarela, suas maiores inspirações vêm da poesia, da música e das lembranças clássicas do mar. Quando faz um retrato, a reprodução idêntica está longe dos planos dele.

"Não gosto de ser muito realista quando faço um retrato, prefiro algo mais viajado, sempre pensando e inserindo outros elementos. Também sempre gostei dessa temática náutica, mas que vai além do marinheiro. Então a ideia é trabalhar em cima disso e das emoções por meio da cor", descreve.

Com o trabalho, Bruno se orgulha de conseguir dar vida aos lugares. ''Tenho trabalhos que faço em parede e consigo misturar as cores com a arquitetura. As vezes olho uma parede e imagino o desenho que poderia ser feito ali. Geralmente, faço com giz ou caneta permanente'', diz. 

Agora, o próximo passo é eternizar os desenhos por meio da tatuagem. "Estou aprendendo a tatuar. Isso começou porque já me pediram o desenho para tatuagem e quero ampliar as coisas que posso fazer com o desenho", explica.

Conheça um pouco mais do trabalho do artista pela página no Facebook.

Curta o Lado B no Facebook.

As cores do mar também estão presentes.As cores do mar também estão presentes.
Sereias que fazem parte do universo náutico. (Foto: Bruno Kulczynski)Sereias que fazem parte do universo náutico. (Foto: Bruno Kulczynski)
(Foto: Bruno Kulczynski)(Foto: Bruno Kulczynski)
(Foto: Bruno Kulczynski)(Foto: Bruno Kulczynski)
(Foto: Bruno Kulczynski)(Foto: Bruno Kulczynski)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.