A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

16/01/2017 06:15

Casal que se conheceu em grupo de bariátrica vai subir ao altar abaixo dos 100kg

Com 1 semana de intervalos entre as cirurgias, amizade nasceu em grupo de WhatsApp e cresceu no amor

Paula Maciulevicius
Os dois fizeram a operação num intervalo de sete dias e se conheceram pela bariátrica. (Foto: Fernando Antunes)Os dois fizeram a operação num intervalo de sete dias e se conheceram pela bariátrica. (Foto: Fernando Antunes)

O casamento de Malu e Darwin será em dezembro de 2017. Ex-obesos, os dois que sempre foram gordinhos, se conheceram num grupo de WhatsApp de bariátricos. Da "galera do grampo", a amizade foi o pontapé para o relacionamento que vai terminar no altar e abaixo dos 100 quilos.

Malu é o apelido de Marlucy Clelia de Souza Pinto, de 28 anos. Hoje ela pesa 68 quilos, depois que passou pela cirurgia de redução de estômago em setembro de 2015. Os dois fizeram a operação num intervalo de sete dias. Darwin que chegou a pesar 240 quilos, pulou dos 199 pré-bariátrica para 98. 

Foi acompanhando a rotina do casal de alimentação saudável, mesmo em meio aos fast foods de shopping que o Lado B chegou até o casal. Malu pesava 148 quilos até a data da bariátrica, o ápice de uma vida que sempre foi pautada no sobrepeso. 

"A primeira vez que eu fui à nutricionista, tinha 11 anos. Eu fazia dieta, emagrecia 10, 15 quilos e depois engordava tudo de novo", conta a comerciante. Com o peso, vieram a hipertensão, uma hérnia e a indicação para a cirurgia. Foram três anos de preparo, exames e espera.

 

Darwin hoje e antes da cirurgia. Darwin hoje e antes da cirurgia.
Malu no antes e depois.Malu no antes e depois.

"Eu entendia, desde o início que seria o resto da vida de cuidados. O meu maior medo era que nunca gostei de exercício físico e trocava comida por lanche fácil, fácil", recorda. Se de um lado as lembranças eram da vida gulosa que ela deixaria para trás, de outro vinha a série de humilhações por conta do tamanho, inclusive da vez em que ficou entalada na catraca do ônibus.

A bariátrica não faz milagre, mas levou Malu a descobrir um amor e juntos, persistirem na mudança de hábitos alimentares. Ainda na Santa Casa, depois da cirurgia, Malu conheceu a integrante do grupo de Whats de apoio e troca de experiências entre pacientes de bariátrica e aceitou participar.

"Me colocaram no grupo e eu fiquei lá, quieta. Ninguém falava nada. Aí um dia durante à noite, porque uma das coisas da cirurgia é a insônia, ele perguntou 'tem alguém aí para conversar'"? lembra Malu.

Os dois foram para o privado e conversaram apelas pelo celular de setembro a novembro. O primeiro encontro foi no dia 22 de novembro. "A conversa foi ficando séria e aí ele veio aqui em casa para a gente se conhecer e começamos a sair para tomar suco, a ir nas palestras da bariátrica", conta.

O namoro oficial começou em dezembro e em junho do ano passado, eles ficaram noivos.

Casal pedala junto Casal pedala junto
e também caminha. e também caminha.

Quando perguntam sobre como se conheceram, Darwin diz que conta a história toda. "Eu gosto dela inteira, o sorriso, os olhos, a simpatia, ela ser amiga", elogia o mecânino Darwin Tavares Rodrigues, de 26 anos. O fato dos dois terem os mesmos cuidados com alimentação ajuda ainda mais. 

"A gente sai para comer e divide, porque não dá para comprar porções para dois que sempre sobra muito. Quando um está passando mal, o outro ajuda. A gente sempre sabe o que é", explica Malu. 

Na rotina do casal, entraram exercícios físicos pelo menos três vezes na semana e comida leve e balanceada. Malu, por exemplo, vai trabalhar de bicicleta e para acompanhá-la, Darwin também parou de tomar refrigerante.

"Nunca teria imagino que encontraria um amor no grupo, até porque eu mal falava lá", brinca ela. Noiva, até o casamento Malu quer perder ainda mais peso. "Pela meta médica, eu já alcancei. Já saí da obesidade, mas ainda estou no sobrepeso e quero chegar aos 75 quilos", avisa.

Curta o Lado B no Facebook

Juntos na cirurgia e agora, no altar. (Foto: Fernando Antunes)Juntos na cirurgia e agora, no altar. (Foto: Fernando Antunes)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.