ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEXTA  27    CAMPO GRANDE 26º

Comportamento

Com amiga grávida, parceria foi aula de cross com turma de barrigão

Patrícia fez cross até a 37ª semana de gestação e virou um exemplo para muitos alunos da academia

Por Thailla Torres | 29/01/2022 07:19


Na 37ª semana de gestação, prestes a ver a segunda filha chegar ao mundo, a artesã Patrícia Silva Gomes, de 29 anos, decidiu que estava na hora de parar e ficar quietinha em casa até Mariah estar finalmente nos seus braços. Com essa notícia, o coach e mais de 10 alunos de uma academia de cross em Campo Grande decidiram fazer uma aula especial, com todos os alunos de barrigão.

E não estamos falando daquelas barrigas falsas usadas na dramaturgia, os alunos amarraram ao corpo uma bola usada no próprio exercício físico, que pesa pra valer. O maridão de Patrícia, por exemplo, Jorge Luiz Gomes da Silva, de 30 anos, amarrou uma bola que pesa 7 kg e fez quase uma hora de atividade física.

Casados há 8 anos, Patrícia e Jorge são parceiros no amor e nas atividades, aliás, foi ele quem a motivou a começar o cross há dois anos, depois do nascimento da primeira filha deles.

De lá pra cá, essa parceria nunca ficou balançada pela preguiça ou desmotivação. Se em um dia, um deles não está bem, tem sempre o outro para dar força e não perder o ritmo.

A mesma parceria ocorreu na aula de ontem no X7 Cross. “Ninguém soltou a mão de ninguém e foi muito divertida”, conta Patrícia, ainda emocionada ao lembrar-se da aula que ocorreu pela manhã e encantou amigos nas redes sociais.

Esperei a gravidez toda pra ver o coach e os amigos de “barrigão”, por isso, não me canso de dizer que essa turma é demais”, diz a artesã.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Durante e depois da aula, muitos chegaram em Patrícia e destacaram a força dela em conseguir manter as atividades mesmo com a barriga, as mudanças hormonais comuns em qualquer gestação e até mesmo o cansaço que ocorre durante esse período para muitas mulheres.

Em contrapartida, Patrícia não se arrepende um minuto da decisão que tomou quando soube que estava grávida da segunda filha. “Eu falei com meu médico que não gostaria de parar a atividade e assim, eu comecei todo o acompanhamento e os exercícios foram adaptados para que tanto eu quanto ela ficássemos bem”.

E deu tudo certo! Durante todos esses meses, Patrícia diz que sentiu uma gravidez bem diferente. “Senti-me mais forte, até menos cansada do que a primeira, e não senti nem enjoo, algo que senti muito na minha primeira gestação”, recorda.

Agora, com cansaço comum batendo à porta com mais força, ela resolveu dar a pausa, também seguindo todas as recomendações médicas. “Agora, vou ficar quietinha e me preparar para o parto natural, que é um desejo”.

Quanto ao aulão, não é preciso muitos detalhes para mostrar que a turma pegou firme e encarou a aula de barrigão com sorriso no rosto. “Foi lindo de ver e um momento muito especial. Com certeza, que se tornará inesquecível”.

Patrícia e o marido Jorge, que estão juntos há 8 anos e são parceiros no cross há 2 anos. (Foto: Arquivo Pessoal)
Patrícia e o marido Jorge, que estão juntos há 8 anos e são parceiros no cross há 2 anos. (Foto: Arquivo Pessoal)

Curta o Lado B no Facebook e Twitter. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias