A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

21/11/2017 10:20

De árvore a felicidade, os pedidos de crianças ao Papai Noel dos Correios

São 16 mil cartas em MS, que podem ser adotadas até 9 de dezembro nas agências da empresa

Kleber Clajus
A autônoma Ana Paula lê carta, enquanto sua amiga e psicóloga Jenifer Caliedja apadrinha um dos pedidos ao Papai Noel (Foto: Kleber Clajus)A autônoma Ana Paula lê carta, enquanto sua amiga e psicóloga Jenifer Caliedja apadrinha um dos pedidos ao Papai Noel (Foto: Kleber Clajus)

Fugindo ao clássico brinquedo, muitas vezes eletrônicos, tem criança  pedindo ao Papai Noel dos Correios mais sensibilidade com o meio ambiente ou mesmo que o "bom velhinho" prolongue a sensação de felicidade que esse período do ano desperta entre as pessoas.

Da conversa com o pai, uma garota de 10 anos disse que Campo Grande tem se tornado mais quente por causa do desmatamento, construção de calçadas e asfalto. “Resolvi ajudá-lo e cuidar do meio ambiente plantando árvores e separando o lixo. Gostaria de contar com o senhor e seus ajudantes (e as pessoas dos Correios) a plantar algumas árvores”, desafiou.

Outro pedido inusitado pretende “ganhar uma felicidade”, dentre as mais de 12,4 mil cartas enviadas à autarquia em Mato Grosso do Sul. Todas aguardam madrinhas e padrinhos em 26 municípios que participam do projeto, podendo ser adotadas até o dia 9 de dezembro.

Letras e desenhos despertaram a atenção da psicóloga aposentada Vera Lúcia Miranda, 63 anos, que escolheu pela primeira vez pedidos de boneca e carro de controle remoto. “Muito interessante a parte do 'me comportei bem' e 'estudei' como que dizendo olha quem sou”.

A estudante Naiara Antunes, 20 anos, dividirá com sua mãe a responsabilidade de atender quatro cartas adotadas. “Tem crianças que não tem condições [de receber presentes], ainda mais com a crise”, disse, ao levar pela segunda vez solitações de bola, material escolar, urso de pelúcia e camisa do Flamengo. Todos os itens tem prazo de entrega até 11 de dezembro.

A autônoma Ana Paula Silva, 27 anos, e a psicóloga Jenifer Caliedja, 32 anos, avaliaram que vale muito a experiência de investir alguns minutos para ler o pedido dos pequenos que, na Capital, provém de alunos do pré ao quinto ano de oito escolas municipais e estaduais, além de 17 Ceinfs (Centros de Educação Infantil) de áreas carentes da cidade.

Cartas podem ser adotadas nas agências dos Correios em 26 municípios do Estado (Foto: Kleber Clajus)Cartas podem ser adotadas nas agências dos Correios em 26 municípios do Estado (Foto: Kleber Clajus)

Adoção - Para participar basta dedicar alguns minutos para ler os pedidos, escolher um ou mais e realizar cadastro simples com nome completo, telefone e e-mail. As agências emitem recibo de apadrinhamento com instruções e datas ao participante.

Na embalagem do presente, a qual se recomenda utilizar papel pardo ou resistente, devem constar o nome da criança e número da carta adotada, sendo entregues na mesma agência de cadastro. Bicicletas na Capital somente serão postadas na unidade da rodoviária.

Ao orientar os interessados, a agente de Correios Lucia Mendes, 45 anos, se emociona pela resposta dada aos pedidos. Houve uma vez, quando trabalhava em Três Lagoas, que garota pediu ao Papai Noel tratamento dentário para os pais que sofriam muito com dor de dente.

“Dentistas adotaram o pedido e ajudaram a família. Essa é uma das histórias que mais me emocionou”, disse Mendes, em frente ao slogan de que cada um pode tirar sonhos do papel.

Balanço - Em 2017, houve protocolo de 12.488 cartas em todo o Estado. Ao menos 2.964 estariam adotadas por madrinhas e padrinhos. Na Capital, por sua vez, estima-se que 2.127 das 7.476 correspondências tenham encaminhada a aquisição dos presentes.

Dados do ano anterior atestam que 7.671 dos 8.292 pedidos cadastrados pelo Papai Noel dos Correios estadualmente foram atendidos, somente em Campo Grande 3736 das 3748 cartas cadastradas tiveram uma resposta feliz.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.