A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

13/05/2017 07:05

De porta em porta, Luciene corre atrás de realizar o sonho de servir ao próximo

Thailla Torres
Luciene sonha em servir ao próximo com amor e cuidado. (Foto: Arquivo Pessoal)Luciene sonha em servir ao próximo com amor e cuidado. (Foto: Arquivo Pessoal)

Aos 30 anos, Luciene Feitosa tem nela todo amor do mundo. Longe do conforto e das conquistas pessoais, ela resolveu compartilhar o seu tempo a favor do próximo e da comunidade. Em poucos meses, ela deixará Campo Grande para servir como missionária na África, em um projeto social que atende adultos e crianças carentes de São Tomé e Príncipe.

Formada em Geografia e Gestão de Marketing, Luciene atualmente trabalha como representante comercial juntando dinheiro para sua viagem. A ideia de trabalhar em missão surgiu em outubro, depois que percebeu estar preparada para um novo desafio.

"Esse projeto de ser missionária sempre esteve em meu coração. Mas confesso que tive receio e insegurança de como ia me desenvolver longe daqui. Mas quando Deus chama e toca nosso coração, ele vai nos preparando para o amadurecimento e a coragem", conta.

Na escolha de seguir o caminho da fé, um evento missionário que aconteceu em Campo Grande no ano passado foi decisivo.

 

Crianças do projeto social em São Tomé e Príncipe. (Foto: Arquivo Pessoal)Crianças do projeto social em São Tomé e Príncipe. (Foto: Arquivo Pessoal)

"Conheci um pastor que foi missionário na Mongólia e depois que ouvi o testemunho dele, falei da vontade de ser missionária. Ele me disse de um projeto que começou recentemente ainda com poucos subsídios para bancar o necessário. Então me cadastrei, fiz um curso online e desde então venho correndo atrás de dinheiro para garantir maneiras de ajudar o projeto financeiramente também". 

Longe do País, Luciene vai ganhar moradia, mas pretende levar o máximo para ajudar as pessoas. "Estou vendendo pão, coloquei meu carro à venda e até uma campanha da internet. Porque a minha vontade é levar tudo na mala, afinal as pessoas precisam muito por lá. Tanto em alimentação, como material escolar e até estrutura para construção de escolas", explica.

Desde que se entende por gente, Luciene sempre participou de projetos sociais e buscou se aproximar das pessoas. O dom de saber ouvir é uma da habilidades que ela faz questão de colocar em prática. "Nas minhas férias sempre dava pelo menos 20 dias para fazer um trabalho pela comunidade. Participei de alguns projeto no interior do Estado e quando sonhei com a vida missionária, percebi que é abrir mão de algo muito mais forte", ressalta.

Luciene acredita que pode levar esperança às pessoas oferecendo o que tem de mais precioso, o tempo. "Eu entendi que a minha vida é servir ao próximo e oferecer o tempo às pessoas. Porque dinheiro a gente conquista, mas acredito no dom de falar e ouvir e posso usar isso a favor delas". 

Quanto mais ela tem lutado pelas pessoas, encontra um caminho de amor e esperança. "Quero servir com amor e cuidado. Mostrar que por mais que estejam em uma situação difícil, ainda temos esperança".

O apoio da família também tem sido primordial na preparação. "Meu pais estão super felizes e o pai até brinca que deseja ir junto. Cresci em um lar cristão e sei que a gente está nessa terra por um próposito. Mas só com a maturidade vamos entendendo isso dentro de um contexto maior", reflete.

Quem quiser contribuir para o sonho de Luciene, pode colaborar pela campanha na internet



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.