A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

26/04/2018 08:32

Depois de 40 anos, filho consegue comprar Gurgel igual ao que o pai teve em 1976

Carro comprado marcou a infância de Erich, e chegou a ser o mais vendido do Brasil

Guilherme Henri
Erich, de macacão em cima do Gurgel do pai e ao lado dos primos (Foto: Arquivo Pessoal)Erich, de macacão em cima do Gurgel do pai e ao lado dos primos (Foto: Arquivo Pessoal)

A foto tem pelo menos 40 anos. Nela, Erich Pontes, que vestia macacão, está ao lado da primaiada ao lado do veículo que deixou saudades: o Gurgel X-12 marrom, do pai. O momento relembrado por ele no Facebook foi registrado em São Paulo. No mesmo post de lembrança, Erich fez questão de contar que realizou o sonho de comprar um carro igual ao que o pai teve, um sonho de infância realizado.

O desejo de conseguir comprar o carro veio justamente pelas lembranças da época da foto, no final dos anos 1970. “São muitas histórias. Era o carro do ano. Fazíamos camping com a família e muitas curvas com adrenalina”, recorda.

Os anos se passaram e com eles as máquinas automotivas evoluíram. Logo, era natural que o Gurgel da família fosse substituído. Mas Erich, que já teve sua história contada pelo Lado B, é apaixonado por carros antigos e não desistiu da relíquia

Gurgel X-12, de 1976, de cor branca comprado por Erich em São Paulo (Foto: Arquivo Pessoal)Gurgel X-12, de 1976, de cor branca comprado por Erich em São Paulo (Foto: Arquivo Pessoal)

Dono de Buggy vermelho e Kombi amarela, faltava ainda o Gurgel X-12, de 1976. “Foi por acaso. Um dia à noite, estava olhando site de compras, e vi o anúncio do Gurgel branco. Liguei ao dono e combinei de ir vê-lo”, conta sobre ter ido “logo ali” em São Paulo. “A sorte é que coincidiu do cara morar perto da minha família, que ainda está por lá”, diz.

Ao chegar na capital paulista, Erich conta que não podia perder a oportunidade. O então dono da antiguidade estava pedindo R$ 8 mil no carro, preço que para o colecionador estava bem abaixo do mercado.

Compra fechada, era hora de reunir de novo a primaiada para contar sobre a aquisição que um dia foi local de foto de todos. “Fomos almoçar e todo mundo ficou animado com a notícia”, detalha.

Sem demora, Erich terminou a refeição e colocou o pé na estrada de volta a Campão, com o então Gurgel que lembra a infância. “Além de tudo, gosto muito da história do carro. Os modelos de 76, o mesmo do meu pai, foram feitos para uso militar, do Exército. Na época, chegaram a ser o carro mais vendido no Brasil”, relata.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.