A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

11/05/2017 09:50

Dezesseis anos atrás, Marianne nasceu para amadurecer uma turma inteira

Corretora de imóveis guarda fotografia de chá de bebê da sobrinha, quando pais e amigos eram todos adolescentes

Paula Maciulevicius
Na foto, adolescentes faziam o chá de bebê de Marianne, filha de Renata e Robson, em 2001. (Foto: Arquivo Pessoal)Na foto, adolescentes faziam o chá de bebê de Marianne, filha de Renata e Robson, em 2001. (Foto: Arquivo Pessoal)

A foto é de 2001, com a "galera do PG". Dezesseis anos atrás, essa turma toda era adolescente, estudava no Hércules Maymone e fazia festas na casa de Rita e Robson, no bairro São Lourenço, em Campo Grande. O #tbt vem de uma época em que a vida deles era só festa e que a chegada de Mariane também foi motivo de comemoração.

"Nessa foto estava acontecendo o chá de fraldas da minha cunhada Renata, que engravidou da Marianne quando ela e meu irmão tinham 16 anos", conta a corretora de imóveis Rita Rafael Brum, hoje com 33 anos. 

A maior parte dos adolescentes que aparecem na imagem se conheceram na infância, sendo vizinhos ou colegas de escola

A foto surgiu esses tempos, num grupo de WhatsApp que os amigos mantém até hoje. "Quando minha cunhada engravidou, foi meio que um susto. Apesar da gente ser adolescente, todo mundo se reuniu e fez um chá. A Marianne foi a primeira que nasceu deste grupo de amigos e meu irmão era o mais novo deles", conta Rita. 

A casa onde eles moravam era o ponto de encontro da turma. Como os pais de Rita e Robson preferiam receber os amigos a ver os filhos na balada no final de semana, churrasco e piscina não faltava na programação. "Os meninos dormiam tudo lá, em rede e em colchão", lembra a corretora. 

À época, o apoio foi total aos pais, por parte da turma. "Todo mundo cuidava muito da Marianne, a gente nunca deixou eles afastados por terem tido um bebê. Incluímos em tudo o que a gente fazia", explica. 

Nesses anos de amizade, o grupo foi recebendo agregados: namorados que viraram maridos, esposas e os filhos. "E sempre que podemos estamos nos reunindo. Nossos filhos acabaram se tornando amigos, então estamos na segunda geração dessa amizade de longa data", descreve Rita.

Os pais de Marianne são casados até hoje e têm mais duas filhas. "Eu sinto saudades de quando a gente era mais novo. Acho legal sermos amigos até hoje. A gente só se preocupava em fazer festa. Hoje estamos todos velhos, cheios de preocupação", brinca.

Mande para a gente a sua #tbt no Facebook do Lado B ou no e-mail ladob@news.com.br. 



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.