ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUARTA  25    CAMPO GRANDE 23º

Comportamento

Em 2 dias, irmãos ganham chuteiras e vendem toda a rifa para jogar futebol

História de Victor e João foi matéria nesta semana, contando sobre o sonho de jogar futebol

Por Aletheya Alves | 13/05/2022 12:48
Victor Henrique e João Pedro ganharam até chuteiras. (Foto: Arquivo pessoal)
Victor Henrique e João Pedro ganharam até chuteiras. (Foto: Arquivo pessoal)

Dois dias depois da história de Victor Henrique e João Pedro se tornar matéria do Campo Grande News, os irmãos conseguiram vender todos os números da rifa e ainda ganharam chuteiras para treinar. Com sonho de jogar futebol, eles haviam encontrado uma escolinha gratuita, mas ainda precisavam de R$ 400 para comprar os uniformes.

Mãe dos dois, Erika da Silva Martines, de 28 anos, contou que ela e o marido estão desempregados. Por isso, não conseguiram arrecadar o dinheiro sozinhos e, em conjunto com os filhos, decidiram criar a rifa.

“A matéria alcançou muitas pessoas, ficamos impressionados. Muita gente nos procurou, comprou rifa, indicou para amigos e famílias. Recebemos muitas palavras de incentivo e nos sentimos abraçados por Campo Grande", Erika relata.

Além de todos os números da rifa serem vendidos, alcançando o valor necessário para comprar os uniformes, os meninos ainda ganharam presentes. “Um rapaz, que é pai de dois meninos jogadores, nos doou duas chuteiras novinhas. Eles ficaram maravilhados”, diz.

Shorts, meiões e outros tênis também foram comprados com venda de todos os números. (Foto: Arquivo pessoal)
Shorts, meiões e outros tênis também foram comprados com venda de todos os números. (Foto: Arquivo pessoal)

Victor e João ainda ganharam outros tênis e, com o dinheiro extra da rifa, conseguiram comprar shorts e meiões para começar os treinos. “Já pagamos o valor dos uniformes e daqui 20 dias, eles chegam. Na semana que vem, eles já vão começar os treinos. Estamos felizes demais.”

Em matéria publicada nesta quarta-feira (11), os meninos explicaram que sonham em treinar juntos e que esperam por esse momento há meses. “Tem que ser os dois treinando juntos, quero jogar junto com ele, porque aqui em casa, a gente já joga assim”, João comentou.

De acordo com Erika, o que faltava eram os uniformes e tênis, então agora tudo está resolvido, graças ao apoio prestado à família. “Eles ficaram muito alegres, somos muito gratos.”

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Nos siga no Google Notícias