A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

07/10/2017 07:05

Força define Sueli, que venceu câncer de mama e perdeu a perna pela mesma doença

Ela teve de enfrentar 2 vezes o diagnóstico do câncer e amputações por causa dos tumores

Mirian Machado
Apesar das várias lutas contra o câncer, Sueli segue firme e muito feliz com a vida (Foto: Mirian Machado)Apesar das várias lutas contra o câncer, Sueli segue firme e muito feliz com a vida (Foto: Mirian Machado)

A palavra câncer significa o decreto de morte para muita gente, mas para a odontóloga Sueli Flores, de 60 anos, não é mais um bicho de sete cabeças. Pudera, nos últimos 11 anos ela teve a doença diagnosticada duas vezes, na mama e no quadril. As consequências foram 3 amputações.

Muito forte, Sueli não se deixou abater pelos problemas que vem enfrentando desde 2006, quando retirou as duas mamas. Ela, que fazia exames rotineiramente, viu o chão fugir dos pés com o primeiro resultado positivo para a doença. Mesmo assim não se deixou abalar, continuou nas ações que fazia na igreja que frequentava. “Sempre gostei de trabalhar com mulheres, na igreja eu ajudava os casais a restaurar e fortalecer o relacionamento”, explica.

Mesmo assim, muita coisa já havia mudado. Sueli se sentia feia mesmo com as próteses, mas a família sempre se fez muito presente e compreensiva. “Meu marido me falava que ele não tinha casado com meus seios e sim comigo”, declara.

Curada do câncer de mama, quando achava que já estava tudo bem para voltar à rotina normal, uma nova lesão apareceu. Em 2014, ela começou tratamento para nervo ciático após uma dor muito forte na perna, mas durante ressonância apareceu uma lesão no quadril.

Os médicos pensaram ser ainda resquício do primeiro câncer, trataram com quimioterapia, mas na verdade era outro tipo de tumor. A situação se agravou e veio a amputação da perna esquerda.

“Me deram 1% de chance de manter a perna, então eu já me preparei. Foi uma luta, mas eu não penso na perda, eu penso no que eu ganhei. Eu ganhei a vida, uma vida inteira para viver e ficar com meus netos”, diz ela sorridente.

Sueli segue firme nas orações, aliadas na preparação para enfrentar essa luta que parece não acabar por aqui. Nos últimos exames para ver como andava a recuperação da cirurgia, uma nova lesão foi descoberta atrás do útero.

Mas nada tira a força dessa mulher. “De câncer eu não vou morrer. Acredito que morre quem desiste, e nunca vou me entregar não”, afirma, na esperança de também inspirar outras pessoas em situação semelhante.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.