ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEXTA  19    CAMPO GRANDE 22º

Comportamento

Homem transexual celebra chegada do 1º filho e amor que supera tudo

O desejo de engravidar surgiu em 2023 e hoje Caio comemora o amor do filho em seus braços

Por Thailla Torres | 05/02/2024 07:38
aio, um homem transexual, agora celebra a chegada do seu primeiro filho. (Foto: Arquivo Pessoal)
aio, um homem transexual, agora celebra a chegada do seu primeiro filho. (Foto: Arquivo Pessoal)

Na história de Caio Aparecido dos Santos, de 26 anos, cada passo foi marcado por desafios, superações e, acima de tudo, amor. Caio, um homem transexual, agora celebra a chegada do seu primeiro filho, um momento de emoção que transcende todas as dificuldades enfrentadas ao longo do caminho.

Sua jornada rumo à paternidade começou com o despertar da disforia corporal aos 19 anos. Ao encontrar apoio em uma rede especializada em pessoas trans, ele teve a clareza de sua identidade e enfrentou de frente os desafios que a acompanhavam.

O desejo de ser pai surgiu em 2023, e embora tenha sido um processo emocionalmente complexo, Caio se preparava psicologicamente para a gravidez quando foi surpreendido pela notícia de que estava esperando um filho, após três meses de suspensão de testosterona.

Caio recebendo apoio minutos antes do nascimento do filho. (Foto: Arquivo Pessoal)
Caio recebendo apoio minutos antes do nascimento do filho. (Foto: Arquivo Pessoal)

Os desafios não foram poucos. Da mudança de cidade, de Uberlândia para Campo Grande, para garantir um acompanhamento adequado durante a gestação, às dificuldades de acesso à saúde pública devido ao sistema de regulação de vagas, Caio enfrentou inúmeras barreiras. A transfobia também se fez presente, desde a discriminação na unidade de saúde até comentários de médicos e enfermeiros sobre sua condição.

"Ouvi médicos e enfermeiros falaram que não sabem porque gente como nós engravidamos. É muito difícil ouvir tudo isso e estando grávido", lembra.

No entanto, hoje, com seu filho nos braços, Caio reforça a importância de tratar todos com empatia e dignidade, independentemente de sua identidade de gênero. Ele clama por uma mudança na mentalidade dos profissionais de saúde, enfatizando que homens transexuais são seres humanos como todos os outros, merecendo respeito e assistência adequada. "Desejo aos transexuais que tenham força, pois esse momento de "guerra" vai passar e vamos vencer", diz.

Em meio aos desafios da nova rotina com o bebê, Caio encontra conforto na rede de apoio que o cerca, incluindo seu casamento, firmado após um encontro inesperado que floresceu em amor e cumplicidade.

O sorriso de emoção com a chegada do filho. (Foto: Arquivo Pessoal)
O sorriso de emoção com a chegada do filho. (Foto: Arquivo Pessoal)

O filho de Caio, Hentony Costa dos Santos, nasceu com saúde, pesando 3 kg e 180 g, trazendo consigo os sonhos e aspirações de um pai determinado a criar um mundo mais inclusivo e livre de preconceitos para as futuras gerações.

“Desejo ao meu filho um mundo mais livre do preconceito, que ele se torne uma pessoa carinhosa, gentil e dedicada a entender o lado humano das pessoas”, diz.

Com palavras de encorajamento e esperança, Caio expressa seu desejo de um futuro mais acolhedor para os transexuais, onde a violência e o preconceito sejam substituídos pela compreensão e pela aceitação mútua. "Espero não perder tanto colegas para a agressão e preconceito. E espero um mundo melhor para nós num futuro não tão distante", finaliza.

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para entrar na lista VIP do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias