A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

10/04/2017 07:33

Luta de Letícia contra câncer uniu as amigas de infância após 30 anos distantes

Thailla Torres
A confraternização marcou a véspera do aniversário e o reencontro após 30 anos de distância.A confraternização marcou a véspera do aniversário e o reencontro após 30 anos de distância.

Letícia é uma mulher linda e faceira. A primeira boa impressão ela consegue passar pelo telefone, quando não se contém e grita de alegria ao saber que o Lado B estaria presente na confraternização do fim de semana. A festa marcou a véspera do seu aniversário e um encontro especial com as amigas do colégio, após 30 anos sem notícias.

Vestida de rosa, dos pés a cabeça, e com um sorriso que não lhe sai do rosto, ela comemora ter conseguido pela primeira vez reunir todas as ex-colegas de escola. O encontro foi marcado pela cumplicidade, amor e saudade dos velhos tempos. Com direito a riso, choro, dança e até champagne.

Dona de uma alegria contagiante, Letícia conseguiu reunir todas as amigas. (Foto: Marcos Ermínio)Dona de uma alegria contagiante, Letícia conseguiu reunir todas as amigas. (Foto: Marcos Ermínio)

Assistente Social, Letícia Couto é quem puxa a explicação de como decidiu pelo reencontro.

Há quatro anos ela teve um câncer de mama, passou pelo tratamento e a cura só veio após a confirmação de exames. 

"Primeiro senti um caroço no seio e minha primeira reação foi esconder o que eu havia sentido, mas acabei indo ao médico e ele me disse que era 90% de chance de estar com câncer", lembra.

O diagnóstico trouxe medo e angústia para Letícia que passou a relacionar a doença com a morte. "É inevitável para quem tem câncer sentir medo. E naquela época eu decidi procurar no Facebook as minhas amigas, somos em 18 e eu achei 10 que vieram me visitar". 

O problema de saúde passou a ser um motivo de luta pela vida de Letícia e o resgate de uma amizade que nunca ficou para trás.

As 18 amigas estudaram juntas no primário, em Corumbá. Após o Ensino Médio, cada uma seguiu um destino diferente e ninguém teve mais contato.

"Nos afastamos, praticamente todas tiveram filhos e seguiram uma vida diferente. Mas quando comecei a encontrar cada uma, conseguimos formar novamente uma grande amizade, como nunca tivéssemos nos separado", descreve Letícia.

Orgulhosa, Mônica Proença, 51 anos, afirma que tudo aconteceu graças ao jeito contagiante de Letícia. "Isso se deve pelos anos de vida dessa mulher guerreira. Até nos momentos mais difíceis ela mostra pra gente o melhor. É a energia dela e essa gargalhada que domina tudo", declara à amiga.  

Um brinde à vida. (Foto: Marcos Ermínio)Um brinde à vida. (Foto: Marcos Ermínio)

No reencontro, a homenagem com palavras de carinho foi ás amigas. "Em tempos onde ter um amigo verdadeiro por tantos anos é difícil, isso aqui para gente é motivo de comemoração a vida toda. É um amor que nasceu e parece que nunca se separou", comenta a anfitriã.

Além do brinde, as amigas aproveitaram o momento para recordar o que marcou o tempo que estiveram juntas. "Naquele tempo estudamos em colégio de freiras. Era tudo muito rígido. Mas a gente viveu os melhores momentos. Lembramos do clube, época do Carnaval, de quando rolavam as paqueras, e até do tempo em que ainda brincávamos de boneca", diz Letícia.

Além de fortalecer à amizade, o encontro fortaleceu a luta das amigas pela vida de Letícia. "Quando eu reencontrei elas, minha vida e meu tratamento mudou. Porque o que temos é uma amizade verdadeira e saber que eu tenho ao meu lado pessoas que me amam, me fez enxergar a importância que eu tenho na vida".

No final de 2016, Letícia voltou a fazer quimioterapia, após descobrir um câncer no fígado. "Dessa vez eu encarei meu tratamento com outra energia apesar do medo. Me sinto uma mulher feliz, realizada e compartilhar cada momento ao lado das minhas amigas de infância é uma coisa que não tem preço, só emoção".

Curta o Lado B no Facebook.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.