A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Maio de 2019

28/01/2019 09:22

Na crise dos 50 anos, Cida aprendeu que não precisa vender a alma para ser feliz

Em 1 ano ela aprendeu ser feliz com pouco, raspou a cabeça e hoje produz bordados até em folhas secas.

Thailla Torres
Cida produzindo artesanatos ao lado da gatinha Juno. (Foto: Marina Pacheco Cida produzindo artesanatos ao lado da gatinha Juno. (Foto: Marina Pacheco

As palavras de Maria Aparecida Miranda dos Santos soam como vigor na busca pela felicidade. Dona de um talento com os bordados, há uma semana ela tem chamado atenção no Instagram com artesanatos feitos até em folhas secas. Cada peça, segundo ela, é uma conexão com a vida e o trabalho manual surgiu em um dos momentos mais intensos: a crise dos 50 anos.

Para quem diz que a crise com a idade não existe, Cida, como é conhecida, afirma: "Existe, pelo menos pra mim existiu e ela foi muito importante", conta.

Ela trabalhou por muito anos como administradora em uma empresa quando questionamentos bateram à porta. "Comecei a pensar qual era a minha missão nessa vida. Será que minha história era só trabalhar, pagar conta e resolver problemas? Na busca por respostas me achava desconectada e isso começou a se manifestar no meu físico", relata.

Uma mulher realizada, aos 57 anos, depois de se reencontrar com a natureza. (Foto: Mariana Pacheco)Uma mulher realizada, aos 57 anos, depois de se reencontrar com a natureza. (Foto: Mariana Pacheco)

Naquele mar de perguntas, Cida decidiu viver uma nova experiência e tirou férias. Com a mochila nas costas foi sozinha para Alta Floresta, no Mato Grosso, ao lado de comunidades que vivem na simplicidade. "Literalmente fui para a floresta me encontrar. Convivi com pequenos produtores e pessoas que não precisam de muito dinheiro para viver. Isso me reconectou e percebi que não precisava vender minha alma para ser feliz".

Cida se entregou ao artesanato, ao bom dia dado de coração, à natureza, à vontade de fazer o bem para si e, naturalmente, transmitir o melhor para o outro. "Comecei a fazer coisas muito simples que até então não faziam parte da rotina louca que eu não me encontrava mais. Passei a customizar roupas e vender em um sistema de trocas, achei toda aquela experiência muito interessante". 

Quando voltou das férias, Cida foi demitida, e decidiu viver mais 40 dias em Alta Floresta. "Voltei porque percebi que existe uma maneira de viver mais leve".

Ainda no processo de transformação, aos 50 anos, Cida quis acabar com a tintura do cabelo e raspou a cabeça. "Cheguei ao cabeleireiro pedindo para passar a máquina. Ele não queria e eu disse que estava pronta, queria recomeçar também com o meu cabelo. Claro, muita gente me chamou de maluca, houve até pessoa que acharam que eu estava doente. Mas, ao olhar no espelho, me achei linda. Foi o ponto alto do meu desapego".

Um dos bordados produzidos por Cida em folhas. (Foto: Arquivo Pessoal)Um dos bordados produzidos por Cida em folhas. (Foto: Arquivo Pessoal)
Colares artesanais encorajadores. (Foto: Arquivo Pessoal)Colares artesanais encorajadores. (Foto: Arquivo Pessoal)

Arte com amor - Hoje, Cida diz ser uma pessoa feliz e realizada por levantar, todos os dias, de consciência leve. "Quando voltei da comunidade apareceu outro serviço, onde hoje trabalho com tecnologia da informação. Meu horário de trabalho é até meia noite, mas vou e volto do meu trabalho muito feliz. Muita gente questiona sobre meu horário, mas eu acho ótimo, ainda tenho o dia todo para me dedicar aos artesanatos, caso eu sinta vontade". 

Cida sempre teve contato com o artesanato na infância. "Antigamente, avó e tia costumavam colocar a gente para fazer artesanato. Então, sempre fiz alguma coisa".

Com isso ela abriu o Instagram "Aparecidices" onde compartilha trabalhos com bordados, aquarela e até bordados em folhas secas. "Não tenho uma produção em grande escala, por faço nos momentos que estou afim".

Curta o Lado B no Facebook  e Instagram.

Filtro dos sonhos com folhas e bordados. (Foto: Arquivo Pessoal)Filtro dos sonhos com folhas e bordados. (Foto: Arquivo Pessoal)
Mistura de bordado e aquarela. (Foto: Arquivo Pessoal)Mistura de bordado e aquarela. (Foto: Arquivo Pessoal)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.