A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

26/09/2017 06:05

Notícia do 1º filho aos 58 anos fez professor famoso esquecer da aposentadoria

Ascanio Bottini se diverte com a situação, apesar da responsabilidade que bate à porta

Mariana Lopes
Ascanio e Day se conheceram em sala de aula há 4 anosAscanio e Day se conheceram em sala de aula há 4 anos

Quando o professor Ascanio Bottini nem esperava mais viver a paternidade, a notícia de que o primogênito estava a caminho chegou trazendo novos ares e mudanças de planos. Aos 58 anos, o primeiro pensamento foi sobre a responsabilidade que aumentará com a chegada de um filho e o segundo foi sobre a decisão de adiar a aposentadoria.

Mas o sentimento que prevaleceu mesmo foi a euforia. "Estava dando aula quando a Day me ligou, falei com ela no intervalo. Quando me contou, meu sorriso foi de orelha a orelha, não conseguia parar de rir. Fiquei surpreso, mas muito feliz", conta Ascanio.

Com 9 semanas de gestação, Ascanio e a mulher Day Caetano fizeram o primeiro ultrassom no final desta semana. E também foi quando ele anunciou nas redes sociais que seria papai. Na publicação ele colocou: "Tenho cá três notícias: 1. temer virou ¨margem de erro¨: tá com 3% de aprovação. 2. Vou esperar mais um pouco pra me aposentar porque... 3. Aos 58 aninhos, serei pai! Vem lusitaninho/a por aí!!"

Em um bate-papo com o Lado B, o professor falou sobre essa nova fase que chegou abrindo a primavera. Sempre despojado e brincalhão, Ascanio se diverte com a situação. "Me sinto avô do meu filho", diz ao se referir ao pique para dar conta da energia da criança. Mas ele bem sabe que ser pai aos 58 anos tem lá muitas vantagens, a principal delas é a experiência de vida.

Primeiro ultrassom Primeiro ultrassom

Mesmo confessando que ser pai não estava nos planos e nem era um sonho de vida, o professor garante que está curtindo esta fase. "Muda a cabeça instantaneamente e é uma mudança muito legal", afirma.

E os planos para o futuro já começam a tomar conta dos pensamentos do novo papai. "Vai ser socialista", fala sem titubear. Mas a mãe logo intervém: "Vai ser o que quiser". Com bom humor, o professor concorda com Day.

Ascanio já se vê um pai babão e tem certeza que será muito grudado ao filho ou à filha. Mas de tudo, o que ele reforça a todo momento é sobre os valores que quer deixar como legado. "Bondade e solidariedade, quero apenas que seja um ser humano preocupado com o próximo e que tenha respeito por todo mundo".



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.