A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Maio de 2019

30/04/2019 11:34

Novela terá personagem transexual, inspirado em história de Campo Grande

Por 40 anos, Lourival viveu como homem, mas após seu falecimento descobriram que nasceu como mulher

Alana Portela
O ator Ary Fontoura já na pele de Antero, um advogado transexual (Foto: Divulgação Rede Globo)O ator Ary Fontoura já na pele de Antero, um advogado transexual (Foto: Divulgação Rede Globo)

O ator Ary Fontoura vai interpretar Antero na novela A Dona do Pedaço, nova trama de horário nobre da Rede Globo. O personagem é advogado transexual que esconde a todo custo sua verdadeira identidade, uma história bem conhecida aqui em Campo Grande. O personagem foi inspirado na vida de Lourival Bezerra de Sá, 78, que morreu em outubro de 2018. Depois de uma vida como homem, no IMOL (Instituto Médico Odontológico Legal) um drama pós-morte começou quando se descobriu que ele tinha genitália feminina.

Assim como fez Lourival, Antero esconderá sua identidade de nascença a todo custo. O personagem viverá um triângulo amoroso e será vizinho de Marlene, papel de Suely Franco, por quem se apaixonará. No entanto, vai despertar também o interesse de Evelina, interpretado por Nívea Maria. A novela deve estrear no dia 20 de maio, às 21h, na Rede Globo.

A história de Lourival, que inspirou a criação do personagem, foi destaque nacional, depois de viver 40 anos com a identidade masculina, escondida, inclusive dos filhos adotivos. 

Lourival Bezerra de Sá faleceu em outubro de 2018 e foi enterrado em março deste ano, na Capital (Foto: Arquivo pessoal)Lourival Bezerra de Sá faleceu em outubro de 2018 e foi enterrado em março deste ano, na Capital (Foto: Arquivo pessoal)

As investigações para descobrir a verdadeira identidade de Lourival duraram cinco meses, enquanto isso, seu corpo não pode ser enterrado. A informação mais antiga que se tinha era de  1968, um RG do estado de Goiás, já em nome de Lourival. A cuidadora que morava com ele, havia informado à polícia que descobriu a identidade de Lourival uns cinco dias antes do seu falecimento. 

Depois da morte, a cuidadora informou aos policiais que Lourival revelou seu nome de registro como sendo Enedina Maria de Jesus, natural de Bom Conselho, em Pernambuco. Contudo, nada foi encontrado sobre essa mulher.

Da vida que levou como homem, foi descoberto que havia sido casado com Maria Odélia, com quem registrou quatro crianças. No entanto, o casal se separou em meados de 1980, e cinco anos depois sua ex-mulher morreu em um acidente, enquanto viajava com outro namorado identificado apenas como Anísio.

A esperança para a identificação de Lourival era de que Maria Odélia pudesse ter comentado sobre o ex- companheiro com Anísio. No entanto, ele não foi encontrado.

Enterro - Lourival Bezerra de Sá foi enterrado no dia 16 de março deste ano, após uma determinação judicial permitir o sepultamento com sua identidade masculina. Ele foi velado no bairro Vila Popular de Campo Grande.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram

 



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.