A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Fevereiro de 2020

26/01/2020 08:02

O resgate da dignidade através do banho e o pedido de 2ª chance de Sandro

Ele é morador de rua há mais de 20 anos, conta que não tem família, amigos e sonha com ajuda e emprego de serviços gerais

Alana Portela
O morador de rua dentro da cabine do banho que é fechada pelos voluntários para que ele possa se lavar (Foto: Marcos Maluf)O morador de rua dentro da cabine do banho que é fechada pelos voluntários para que ele possa se lavar (Foto: Marcos Maluf)

Só quem já conversou com moradores de rua sabe a tristeza que é ouvir relatos de gente que não vê esperança e é cercado pela insegurança. Sandro Gomes da Silva descreve os dias na antiga rodoviária de Campo Grande como cinza em meio à busca por oportunidade. “Aqui estou vagando. Tenho o sonho de voltar a estar vivo, de um dia receber ajuda, conseguir um emprego, de serviços gerais mesmo”, diz.

Aos 32 anos, ele participou do “Banho do Bem”, realizado ontem no local e, comentou que tomar banho é um descarrego das más energias. “Alivia, fica mais leve”. Ele relata que há 27 anos virou morador de rua. “Fui abandonado pela minha família e hoje vivo aqui porque não tenho para onde ir. Mas, gostaria de sair dessa e voltar a ficar bom”.

Ele não esconde ter um problema, mas fala a real vontade. “Sou viciado em drogas e até já fui preso. Porém, queria poder trabalhar, ter uma casa para tomar banho porque aqui faço isso num hidrante”, comenta.

Com a roupa limpa debaixo do braço, Sandro Gomes da Silva conta que está na rua há 27 anos (Foto: Alana Portela)Com a roupa limpa debaixo do braço, Sandro Gomes da Silva conta que está na rua há 27 anos (Foto: Alana Portela)

Antes de entrar na fila do banho, ele passou pelo atendimento psicológico. Depois foi escolher a roupa que iria vestir após a ducha. Foram 30 minutos de espera, aguardando os que estavam à frente liberarem a cabine do banho, que tinha cerca de um metro quadrado.

O grupo do Banho do Bem conseguiu a liberação da água para poder abastecer o chuveiro do banheiro feminino e masculino para ajudá-los. Enquanto não conseguiam ir para o chuveiro, alguns aproveitaram a oportunidade para cortar os cabelos e aparar a barba.

Sandro permaneceu animado na fila do banho, até sorria ao pensar que tiraria toda aquela sujeira do corpo que encardiu sua pele e roupa. Entrou no banheiro e aí permaneceu com o chuveiro ligado por minutos, quando saiu da cabine, era como se fosse um novo homem, limpo e revigorado.

A proposta do banho é ser realizado toda semana num bairro diferente de Campo Grande, como explica o organizador da ação, Wilton Candelore, mais conhecido como Leinha. “Juntamos a juventude de nossa igreja e pretendemos estar no Noroeste na próxima ação. A ideia é levar de forma digna um atendimento e fazer eles verem que têm o devido valor”.

Teve corte de cabelo para o morador de rua (Foto: Alana Portela)Teve corte de cabelo para o morador de rua (Foto: Alana Portela)
Atendimento psicológico foi o primeiro passo do acolhimento (Foto: Marcos Maluf)Atendimento psicológico foi o primeiro passo do acolhimento (Foto: Marcos Maluf)

“Trouxemos equipe de psicólogos, roupas, kit de higiene pessoal e alimentos para atendê-los. Essa é a nossa primeira vez realizando a ação na cidade, mas já estamos nos preparando para as próximas”.

Leandro Cardoso da Silva está na rua há 4 anos e conseguiu atendimento ontem pela equipe do banho. “Se lavar dá um alívio. É uma luz no fim do túnel ter gente aqui realizando esse tipo de ação. Sou usuário de drogas, já tentei sair das ruas, mas desde que mataram meu irmão não consegui mais”.

A ação começou às 15h30 e continuou até que todos os interessados fossem atendidos. Claro, muitos se aproximaram para ver o que estava acontecendo, mas depois de ver que precisaria passar por uma série de procedimentos desistiram e voltaram para o seu canto. Até quem, de primeira não queria, acabou aceitando depois de ver os colegas recebendo o apoio. 

Curta o Lado B no Facebook e no InstagramTem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563 (chame agora mesmo).

Teve  a parte da alimentação gratuita para os atendidos da antiga rodoviária (Foto: Marcos Maluf)Teve a parte da alimentação gratuita para os atendidos da antiga rodoviária (Foto: Marcos Maluf)
Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2020 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.