ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 21º

Comportamento

Para casal, cada bombom vendido na rua é um passo mais perto do casório

Casal faz e vende bombons recheados para conseguir casar até o final do ano que vem

Por Bárbara Cavalcanti | 14/06/2021 06:20
Casal sai pelas ruas de Campo Grande vendendo bombons para financiar casamento. (Foto: Arquivo Pessoal)
Casal sai pelas ruas de Campo Grande vendendo bombons para financiar casamento. (Foto: Arquivo Pessoal)

Para Débora Amaral da Cunha e Amarandes Rodrigues Oliveira Júnior o casamento é um dos sonhos mais desejados e como todo sonho tem seu valor, eles resolveram começar a vender bombons caseiros na rua para ajudar a financiar o casório. “A gente nunca teve condições de juntar um dinheiro, pois sempre acontecia um imprevisto e tínhamos de sacrificar as economias”, lamenta Júnior.

Ele é músico, e Débora é técnica de enfermagem. Foram as aulas de música que acabou unindo o casal, por meio de um projeto social em que ambos participaram, seis anos atrás. “Eu participava como instrumentista e ela estava iniciando os estudos dela com música também”, detalha Júnior. Com a frequência dos ensaios, ambos ficaram mais próximos até que o romance rolou. E agora é o momento é de planejar o futuro a dois.

Débora e Júnior logo no início do namoro, há seis anos. (Foto: Arquivo Pessoal)
Débora e Júnior logo no início do namoro, há seis anos. (Foto: Arquivo Pessoal)

“A gente queria casar no final desse ano. Mas ficamos um tempo desempregados. E ainda mais com a pandemia acontecendo, fica tudo difícil”, comenta. Assim surgiu a ideia dos bombons.

 Os bombons são doces simples feito pelo próprio casal e vendidos por eles mesmos pelas ruas, diversos pontos pela cidade onde há movimentação à noite. A peregrinação para ir juntando o dinheirinho do casamento inclusive já enfrentou o primeiro obstáculo logo no início: Débora ficou doente com covid por algumas semanas, pouco tempo de terem iniciado as produções e vendas no mês passado.

Bombons de chocolate são feitos artesanalmente pelos dois e vendidos à noite nas ruas de Campo Grande. (Foto: Arquivo Pessoal)
Bombons de chocolate são feitos artesanalmente pelos dois e vendidos à noite nas ruas de Campo Grande. (Foto: Arquivo Pessoal)

“Ela teve sintomas leves, e ainda mais que estava imunizada, então está tudo bem”, detalhou Júnior. Ainda sim, foram mais de duas semanas, entre recuperação e isolamento necessário, para que fosse seguro a retomada da produção e a volta às ruas, o que aconteceu apenas no final de semana.

Mas pra eles, devagar e sempre se chega no objetivo. “Nós estamos pretendendo nos casar no final do ano que vem, então fica um tempo razoável para a gente conseguir juntar dinheiro e também passar tudo isso” comenta Júnior.

Quem quiser experimentar os bombons de Débora e Júnior, mas sem querer esperar cruzar com eles na rua, pode entrar em contato pelo telefone (67) 99156-5472.

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário