ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 15º

Comportamento

Sem poder cantar, Thiagão Sertanejo recebe apoio até de Michel Teló

Após ficar internado com infecção, músico iniciou campanha que foi apoiada pelo artista

Por Jéssica Fernandes | 16/04/2024 07:57
Cantor sertanejo, Thiago Novis começou campanha de arrecadação na internet. (Foto: Arquivo pessoal)
Cantor sertanejo, Thiago Novis começou campanha de arrecadação na internet. (Foto: Arquivo pessoal)

Há mais de um mês, Thiago Novis de Figueiredo, de 44 anos, não consegue fazer o que mais gosta: tocar e cantar. Conhecido como ‘Thiagão Sertanejo’, ele está com erisipela e, para dar continuidade ao tratamento, abriu uma ‘Vakinha’ virtual. O caso dele chamou atenção até do Michel Teló, que gravou um vídeo pedindo para mais pessoas ajudarem.

A campanha para arrecadar dinheiro começou neste mês, mas foi na tarde de segunda-feira (15) que o cantor ganhou um apoiador importante. Nos stories, Michel Teló publicou um vídeo falando sobre Thiagão, a quem se referiu como um velho amigo.

“Amigo de infância, de sempre, cantador bom demais da conta que teve um problema de saúde sério. [...] Se cada um puder ajudar um pouco vai ser importantíssimo”, declarou o sertanejo. Veja o vídeo completo a seguir: 

Ao Lado B, Thiago dá detalhes sobre o estado de saúde e como ficou mais de 30 dias internado na Santa Casa devido a infecção na perna direita. O cantor estava andando normalmente quando procurou o hospital, mas não demorou para o estado de saúde piorar.

“O médico me achou quase tendo uma convulsão e ali mesmo fui entubado. A equipe tirou da minha perna a parte que estava infeccionada e começaram a combater para eu não vir a óbito”, conta.

O músico ficou 15 dias no CTI e 16 dias no quarto tomando medicação para que a bactéria não ‘caísse’ na corrente sanguínea. Thiagão voltou para casa com três cortes na perna, que estão abertos e sendo tratados por uma enfermeira da Santa Casa. Apesar de estar estável, ele diz que ficou com sequelas. “Eu sai do hospital e não conseguia andar porque fiquei muito tempo parado. Como fui entubado e fiz a traqueostomia eu tive que fazer acompanhamento com o fonoaudiólogo”, comenta.

Com encaminhamento para cirurgia de bariátrica, ele não pode fazer nada enquanto não melhorar da perna. Para ajudar nos custos com remédios, curativos e sessões com fonoaudiólogo, ele recorreu à ‘vakinha’ virtual com a meta de arrecadar R$ 50 mil. O valor também será para custear o tratamento com a máquina de laserterapia, que irá contribuir na cicatrização da perna.

Desde que voltou para casa, Thiagão tem recebido visitas de vários amigos, sendo um deles Teofilo Teló, que é um dos irmãos de Michel. Na semana passada, o cantor começou a arrecadação incentivado por Teofilo. “Ele me deu a ideia de fazer a vaquinha, então eu fiz e comecei a compartilhar”, fala.

Fã de sertanejo, Thiago sempre esteve em rodas de violão e cantou profissionalmente de 2001 a 2004. Desde então, ele diz levar a música mais como hobby, fazendo alguns shows inclusive para a família do Michel Teló.  “Há uns quatro anos fui no aniversário do pai deles, o seu Aldo, e cantei pra eles. Eles gostam de modão, então sempre que fazem festa me chamam para cantar”, pontua.

Quem quiser ajudar, o link é https://www.vakinha.com.br/4637207

Siga o Lado B no WhatsApp, um canal para quebrar a rotina do jornalismo de MS! Clique aqui para acessar o canal do Lado B e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias