ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  03    CAMPO GRANDE 26º

Consumo

Até cão entra na moda do sabonete artesanal, que vira renda extra

Com nomes em tupi-guarani, estudante criou sabonetes especiais para os próprios cães e ideia virou negócio

Por Thailla Torres | 27/03/2021 07:45
Bianca ao lado de um de seus cães, que também usam sabonetes e shampoos artesanais. (Foto: Arquivo Pessoal)
Bianca ao lado de um de seus cães, que também usam sabonetes e shampoos artesanais. (Foto: Arquivo Pessoal)

A promessa é de um produto sem sulfetos e parabenos, muito comuns em sabonetes tradicionais. Mas na contramão de produtos que a estética natural diz ser prejudicial à saúde, a acadêmica de fisioterapia Bianca Pereira Bolognesi de Mello, de 24 anos, resolveu fazer os próprios sabonetes artesanais para serem usados em cães e gatos.

“Hoje em dia temos que ter mais consciência da importância e cuidado com o  mundo e isso fez com que surgisse os produtos sustentáveis. E eu queria incorporar isso no meu dia a dia. Quando percebi que no ramo dos pets não tinham esses produtos decidi fazer”.

A ideia era usar os produtos nos próprios cães que tem em casa, quatro no total. “Assim estudar e criar fórmulas de trazer isso a elas, até que encontrei o produto que buscava, me   apaixonando pelo resultado”.

Bianca garante que a pelagem é outra, com aparência mais saudável, sem riscos de alergias aos cães e gatinhos. Assim criou a Pet Zen Artesanal.

“O diferencial de cada sabonete é o amor. E não é um simples sabonete ou leave-in que está visando somente os lucros, mas foi desenvolvido por quem ama e para aqueles que amam os pets. Busquei bons componentes para a composição dos produtos, desde a argila que se encontra em alguns deles até às embalagens e modo de transporte”, afirma.

Sabonetes em difentes versões para atender as pelagens caninas e felinas. (Foto: Arquivo Pessoal)
Sabonetes em difentes versões para atender as pelagens caninas e felinas. (Foto: Arquivo Pessoal)

Segundo Bianca, cada produto tem um benefício. Tem versão para trazer brilho, hidratação e nutrição aos pelos. Outros que também previnem e atua nos casos de pets suscetíveis às sarnas e coceiras.

A ideia de produzir sabonete para os cães virou negócio e renda extra na pandemia. Os nomes de cada produto são de origem tupi-guarani, segundo Bianca, para homenagear o país.  A estudante vende cada sabonete a partir de R$ 15,00.

Para entrar em contato com Bianca clique aqui.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Os nomes de cada produto são de origem tupi-guarani. (Foto: Arquivo Pessoal)
Os nomes de cada produto são de origem tupi-guarani. (Foto: Arquivo Pessoal)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário