ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  20    CAMPO GRANDE 19º

Consumo

Com reajuste da cerveja, indique onde ainda dá para beber barato

Comerciantes estão segurando reajuste para consumidor até chegada de novo pedido de bebidas; Indique no mapa

Por Ana Paula Chuva | 01/10/2021 14:38
Homem servindo cerveja durante almoço em restaurante. (Foto: Paulo Francis)
Homem servindo cerveja durante almoço em restaurante. (Foto: Paulo Francis)

O reajuste anual no preço das cervejas entra em vigor oficialmente hoje. Mas em Campo Grande, ao contrário do que fazem os postos quando reajuste da gasolina é liberado, ainda tem muita gente segurando o preço. Os comerciantes garantem que têm produto em estoque para manter os valores por, pelo menos, um mês.

Mas isso vale ai no seu bairro? Entre no mapa interativo e comente quanto custa a cerveja hoje aí no seu bairro:

Ao Campo Grande News, a diretora comercial da conveniência Euclides, localizada na Rua Euclides da Cunha, explica que o reajuste é anual, por isso, não pega ninguém de surpresa.

“Quem trabalha no ramo se prepara todo ano para o reajuste. Ainda vamos manter o preço, porque o estoque dura mais ou menos um mês, então, dá para segurar. Porém, vai chegar uma hora que vamos repassar para o consumidor, não tem jeito”, destacou Dayanni Von Rupest.

Segundo ela, na nota fiscal do pedido que chega neste sábado (2), o novo valor não foi especificado então não sabe de quanto será, mas a cerveja mais barata vendida no local é a Crystal lata de 350 ml, que ainda é encontrada a R$ 1,99 e a mais cara é a Corona long neck, que custa R$ 8,00.

No entanto, as duas não fazem parte da Ambev, empresa de bebidas que anunciou o reajuste e dona de cervejas de diversas marcas como a Antártica, que tem a garrafa de 600 ml vendida a R$ 6 na conveniência Sadan Festas, localizada na Avenida Três Barras.

"Estou sem muitos produtos aqui, mas não consigo fazer o pedido para repor, porque tenho que esperar o reajuste. Eles não aceitam o pedido na distribuidora, então, não vai ter jeito, vou ter que repassar para o consumidor quando chegar. A Antártica, por exemplo, deve subir para R$ 7 pelo menos ", declarou o empresário Sadan Hamieh, 53 anos,

Outra  cerveja da Ambev, a  Bohemia em garrafa de 600 ml é vendida a R$ 8 no Restaurante Churrasco Gaúcho, que fica na Avenida Manoel da Costa Lima. A proprietária, Daniele Oliveira, 28 anos, contou que aumento já era esperado e será automaticamente repassado para o consumidor.

"A gente ainda não sabe quanto vai ser, mas não vamos conseguir segurar. Quando vier os novos pedidos, o aumento será automaticamente repassado para o consumidor", afirmou a empresária.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário