ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  30    CAMPO GRANDE 34º

Consumo

Mercado de condomínio não tem funcionário e cliente compra sozinho

Startup chega a um dos condomínios de Campo Grande para que morador não precise ir longe para fazer compras

Por Thailla Torres | 04/10/2020 11:33
Moradores conseguem comprar sem sair do condomínio; negócio faz parte de startup.
Moradores conseguem comprar sem sair do condomínio; negócio faz parte de startup.

Em tempos de desconfiança em tudo, mercado sem funcionário em que cliente compra sozinho se destaca. Em Campo Grande, a exceção agora está dentro de um dos condomínios na região do Bairro Carandá Bosque. Mas o sistema não é tão na base da confiança assim, um casal apostou na automação para que os moradores façam compras sem precisar deixar o condomínio e o pagamento seja todo feito pelo celular.

Tem que ter cadastro extenso, aplicativo e celular na mão para entrar no espaço de pouco mais de 15 metros quadrados que foi disponibilizado dentro do residencial Itacolomi para o negócio. Depois de autorizada a entrada pelo aplicativo, o morador se depara com prateleiras cheias de itens essenciais no dia a dia, de material de limpeza a alimentos não perecíveis.

Não há uma variedade de marcas e nem quantidades, mas os donos do negócio fornecem os mais cobiçados produtos à venda hoje nos mercadinhos e nas conveniências. O preço também segue o padrão destes estabelecimentos.

Síndico aprovou o novo negócio dentro do condomínio. (Foto: Kísie Ainoã)
Síndico aprovou o novo negócio dentro do condomínio. (Foto: Kísie Ainoã)

Dentro do espaço, quem deseja comprar bebidas, por exemplo, também necessita do celular para abrir o freezer, já que as alcoólicas só podem ser compradas por maiores de 18 anos. “Há uma trava essencial para que as crianças não acessem essas bebidas”, explica a arquiteta Natalia Ormani, de 35 anos, sócia proprietária do mercado ao lado do representante comercial, Fábio Oliveira, de 37 anos.

Os dois são um casal que resolveu empreender depois de conhecer a startup curitibana Market4u, especializada em mercados autônomos instalados dentro de condomínios residenciais.

A proposta é oferecer aos moradores um mercado pequeno com produtos essenciais para o dia a dia, dentro do condomínio para viabilizar que os moradores façam suas compras sem precisarem “sair de casa” ou do terreno.

Para Natalia, a comodidade é um dos fatores mais citados como vantagem, por isso foi aceito pelo condomínio. “Nós conhecemos a franquia antes da pandemia e achamos superinteressante, acabou que nesse momento que estamos vivendo, a ideia se mostrou ainda mais importante e resolvemos inovar trazendo isso pra nossa cidade”, explica.

Para o síndico, a proposta gerou curiosidade nele e em muitos moradores e, hoje, com as portas abertas (pelo celular) o negócio é visto como um avanço. “A gente precisa no nosso dia a dia de boas ideias. E vivemos numa correria que, às vezes, torna difícil uma ida ao supermercado, o deslocamento e o gasto com a gasolina. Agora é possível ter o básico praticamente no quintal”, descreve Manuel Augusto Ferraz Vilas, de 58 anos.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Compras são feitas usando aplicativo de celular. (Foto: Kísie Ainoã)
Compras são feitas usando aplicativo de celular. (Foto: Kísie Ainoã)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário