A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Novembro de 2017

07/01/2013 07:46

Os avanços da medicina para a cachorrada: hidroterapia, natação e acupuntura

Elverson Cardozo
Vick durante sessão de acupuntura. (Foto: Rodrigo Pazinato)Vick durante sessão de acupuntura. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Foi pelas descobertas da medicina chinesa, por agulhas, que o alívio chegou à Vick, uma cadelinha vira-lata de 3 meses. Ela não tinha controle da urina e nem das fezes. Além disso, andava se arrastando por conta de uma deficiência congênita nas patas traseiras. Hoje, depois de cinco sessões de acupuntura, apresenta melhora significativa.

Mas a medicina veterinária já bateu o martelo: Vick não vai voltar a andar. Apesar do diagnóstico, a cadelinha preta, de olhos escuros, pode ter uma vida muito melhor, longe de sofrimentos extremos.

O tratamento começa a mostrar resultados e a proprietária, uma funcionária pública, comemora as conquistas. Luzie Flores, de 33 anos, afirma que a cadela, antes da terapia, não tinha iniciativa e caminhava com dificuldade.

Agora, já tem controle sobre o corpo e se movimenta com mais facilitar. “Esta mais ativa”, contou. A visita à clínica de reabilitação parece ser uma verdadeira terapia. Nas sessões, de tanto que gosta, Vick chega a dormir.

Veterinária e proprietária da empresa onde o animal faz tratamento, Rosana Antunes Estrada, de 48 anos, lembra bem o estado que a paciente chegou e aproveita para ressaltar a eficácia do “agulhamento”.

“O benefício normalmente é visto pelo proprietário nas primeiras sessões. O animal começa a mostrar melhora clínica. Às vezes eu digo que a doença que a medicina ocidental não consegue resolver a oriental consegue”, afirmou.

Acupuntura - Assim como em humanos, a acupuntura animal tem o mesmo objetivo. A técnica de introduzir agulhas em pontos específicos da pele pode ajudar no tratamento de doenças articulares relacionados ao sistema locomotor, paralisias, sequelas e até AVC, entre outras enfermidades.

“A acupuntura pode ser trabalhada em qualquer doença em, qualquer desarmonia. Em casos de convulsões e até em distúrbios comportamentais. Problemas de pedras no rim, bexiga, vesícula biliar também”, explicou a veterinária.

A técnica pode ser aliada ao consumo de ervas e associada a outras terapias. Rosana ressalta que o tratamento não apresenta efeitos colaterais porque auxilia no equilíbrio do organismo. A quantidade de sessões depende de cada caso.

Hidroterapia - Mas há outras opções alternativas que podem oferecer bons resultados e elevar a qualidade de vida dos animais que apresentam doenças congênitas ou adquiridas. A hidroterapia, fisioterapia e natação são algumas das opções.

Mica na aula de natação com a veterinária Rosana Antunes. (Foto: Elverson Cardozo)Mica na aula de natação com a veterinária Rosana Antunes. (Foto: Elverson Cardozo)

Mica, uma poodle de 1 ano e 5 meses, agora está serelepe. Não para quieta um instante. Mas há alguns dias a realidade era outra. A cadelinha nasceu com uma displasia coxo-femural – uma má formação do fêmur, o osso mais longo que encaixa na bacia.

Por conta do problema, ela tinha dificuldade para caminhar. A solução encontrada foi retirar a cabeça do fêmur, mas a musculatura da pata já estava atrofiada. Mica teve de começar a fazer natação para recuperar os movimentos. Os eforço começa a mostrar resultados.

Paciente da mesma clínica, o colega de exercício, Nego, um vira-lata de pequeno porte, quer voltar a andar, mas tem uma história diferente. Foi atropelado por uma moto e agora arrasta as patas traseiras por conta de um desvio na vértebra.

Nego foi atropelado por uma moto e perdeu os movimentos. (Foto: Elverson Cardozo)Nego foi atropelado por uma moto e perdeu os movimentos. (Foto: Elverson Cardozo)

A “corrida” na esteira é para estimular os passos que, segundo a veterinária, podem voltar. “Tem chance de andar, mas é um andar medular, sem muito equilíbrio na parte traseira”, explicou.

Nego entra na piscina todos os dias e fica nela por 20 minutos, o mesmo tempo que Mica, a poodle que nasceu com problema no fêmur.

Um dos proprietários da cadelinha, Paulo Roberto Queiroz, de 51 anos, prefere ficar na recepção para não deixar a paciente ainda mais agitada, mas não deixa de tratar bem o xodó da casa.

Para o engenheiro civil, vale a pena investir no tratamento, apesar dos valores altos. O custo, para ele, só esse mês, pode chegar a R$ 2 mil. Teve gasto com cirurgia, taxa de internação, medicamentos, banho, tosa e as terapias.

“Se você se propõe a ter um cachorro tem que ter todos os cuidados. Custa caro”, avisou.

Preço - Na clínica onde Mica, Nego e Vick são pacientes as sessões de fisioterapia, hidroterapia, natação e acupuntura custam R$ 50,00.

Serviço - A empresa fica na avenida Mato Grosso, 3745, próximo à Via Parque. Mais informações pelo telefone (67) 3029-4044 e/ou pelo celular (67) 8402-3581.



LINDO TRABALHO!! COM CERTEZA CONCORDO COM O SENHOR ACIMA...NOSSOS CÃES FAZEM PARTE DA FAMÍLIA E TEMOS QUE INVESTIR NELES CASO NECESSITE...
 
anelise f w borges em 09/01/2013 16:24:32
Essa profissional Dra Rosana Antunes merece todo o meu respeito e admiração!!! Ela acreditou nos grandes resultados da Acupuntura e investiu muito do seu tempo não medindo esforços para proporcionar esperanças aos nossos bichinhos inválidos, com sequelas... cujo destino seria pleno de incertezas. A Pitty agradece a confiança depositada Rosana!! Sucesso!!
 
Luiza Helena Bernardes Al-Contar em 07/01/2013 22:42:27
Dra. Rosana é veterinária por vocação mesmo...pois além de excelente profissional é carinhosa com os animais e não os vê como cifras ($$$). Sou testemunha de sua dedicação e cuidado para aliviar o sofrimento dos peludinhos. Sou grata pelos avanços das minhas 2 cachorrinhas, que graças a ela estão melhorando dia após dia e também pelas dicas de cuidados que ela sempre dá. Obrigada Rosana.
Lambeijos da Sandy e da Lessy.
 
Marcia Neves da Silva em 07/01/2013 18:10:40
eu sei de seus esforços para chegar até este lugar que é seu por merecimento,obrigada por este orgulho que voce é para nossa familia ,nós te amamos ,continue assim,mil beijos ....deus te abençoe...
 
Sonia parra em 07/01/2013 13:18:46
Rosana. obrigada pelo que você tem feito a nossos animais durante todos esses anos. Veterinária e pessoa como você são raras e nos fazer crer ainda na humanidade.
 
Sandra Cunha em 07/01/2013 13:07:40
Parabéns Drª Rosana, a família da Kika te Parabeniza pelo excelente trabalho que realiza.
 
Susane Lima em 07/01/2013 13:07:36
Ufa!!! até que enfim a merecida matéria com a MARAVILHOSA Dra. Rosana Estrada.
Essa é uma das melhores profissionais, que já conheci em C.Gde.
Estou muito feliz pela sua nova empreitada (Acupuntura), mas por outro lado, nós moradores das imediações da sua antiga Clínica(Centrovet), perdemos a melhor 24H de VERDADE da ÁREA central, ficamos reféns da outra MERCENÁRIA e NEGLIGENTE.
A Rosana, sempre priorizou a vida dos bichinhos em primeiro lugar, depois a carteira do cliente. Isso é um grande diferencial, sem contar a ética, respeito com as pessoas e a grande EXPERIÊNCIA que a mesma detém. Todos seus funcionários eram preparados e jamais desapareceu pertences dos nossos bichos(guia, corrente,cobertor,caminha,etc.)
Rô, nunca escondi meu respeito, carinho e admiração pelo seu trab
 
Neyde de Oliveira em 07/01/2013 11:07:35
Parabéns Dra. Rosana!! Parabéns pela competência, pelo profissionalismo e pela dedicação aos nossos anjinhos. Um feliz 2013 e sucesso, sempre. Beijo grande.
 
Andréa Oliveira em 07/01/2013 10:05:11
Parabéns Rosana, sabemos como você e o Divino lutaram e lutam para chegar aonde estão . além de ressaltar o grande amor e dedicação da sua parte com os animais. Um grande abraço - Sérgio -Loterica.
 
sergio rocha em 07/01/2013 09:25:29
Lindo trabalho!! Drª Rosana uma profissional maravilhosa, Parabéns...
 
Etiene mendonça em 07/01/2013 08:15:27
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.