ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUINTA  16    CAMPO GRANDE 26º

Consumo

Quanto custa o “luxo” de ter aquecedor e não congelar no frio?

Para quem não quer sofrer com os dedos congelando no home office, saiba tudo sobre aquecedores

Por Bárbara Cavalcanti | 30/06/2021 06:20
Aquecedor portátil é ótimo para aquecer pequenos ambientes. (Foto: Bárbara Cavalcanti)
Aquecedor portátil é ótimo para aquecer pequenos ambientes. (Foto: Bárbara Cavalcanti)

Essa semana foi apenas a primeira semana oficial do inverno, cujo início meteorológico é em 21 de junho. Mas o frio já mostrou o que é capaz, com termômetros marcando 3,9ºC pela primeira vez em oito anos, de acordo com o meteorologista Natálio Abrão. A previsão até o final de semana ainda é de frio, com temperaturas entre 5º e 7ºC.

E como é comum do inverno, ainda devem acontecer algumas oscilações entre frio e calor ao longo dos próximos meses. Então, para amenizar a barra dos próximos dias e para que a próxima frente fria não pegue ninguém despreparado, o Lado B reuniu aqui tudo o que é preciso saber sobre aquecedores.

Modelos – Os modelos variam de acordo com tamanho e capacidade de cada aquecedor. No blog da Leroy Merlin é possível encontrar todas as especificações ainda detalhadas por marca.

Portátil - Os aquecedores portáteis, que são menores, aquecem bem um ambiente pequeno. É ideal também para manter ambientes ventilados e secos e são a opção mais segura para quem tem crianças ou pets. Como são pequenos, são também a opção mais econômica entre os aquecedores. Mas é preciso levar em consideração que, como funcionam como um “ventilador”, fazem um barulhinho quando estão ligados.

Os valores são a partir de R$ 99,90. Na Leroy Merlin, esse valor promocional está disponível até hoje. Dependendo da marca, um modelo parecido já salta para R$ 104,90 na Magazine Luiza e R$ 129,90 nas Americanas.

Cerâmica - Outro aquecedor no estilo ventilador é o de cerâmica, que distribui o calor de maneira mais uniforme pelo ambiente, é capaz de aquecer mais rápido, consome menos energia e não resseca tanto ar. Porém, é o mais barulhento entre os ventiladores e por causa dessa tecnologia mais completa, também já pro lado mais caro.

Na Leroy Merlin, também variando de acordo com tamanho e marca, os preços variam entre R$ 199,90 e R$ 219,90.

Halogênicos - Quem não é muito fã de barulho, pode optar por um aquecedor halogêneo, que tem placas de aquecimento. A grande vantagem é ele ser bem silencioso. Mas com esse é preciso de cuidado redobrado, pois as placas ficam expostas.

Na loja Sertão, é possível encontrar um aquecedor com placas de quartzo a partir de R$ 119,90.

A óleo - Já para ambientes médios e maiores, aquecedor a óleo ou a gás é o ideal. Ele é econômico e silencioso, não resseca o ar, deixa o ambiente aquecido por mais tempo e também é ótimo para quem tem problemas respiratórios. Mas esse já é um investimento grande, pois costuma ser o modelo mais caro.

Na Leroy Merlin, um aquecedor a óleo fica a partir de R$ 499,90.

Cuidados com qualquer aquecedor – Aquecedores são o tipo de aparelho doméstico que requerem cuidados maiores na hora do uso. É ideal deixá-lo com certa distância de outros aparelhos e móveis, além de não cobri-ló com roupas ou lençóis.

Também é importante prestar atenção na tomada: a maioria vem com tomadas de 20 amperes, que são mais gordinhas que as convencionais. E os fabricantes também deixam bem claro em avisos no produto, que não se deve utilizar adaptadores.

Além disso, para economizar energia, é necessário manter os ambientes em que o aquecedor está sendo utilizado bem fechados e sempre desligar da tomada após o uso.

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário