A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Outubro de 2019

14/06/2019 07:00

Com quadrilhas e sabores juninos, Arraial de Santo Antônio vai até dia 15

Primeiro dia de festa reuniu 5 mil pessoas com show sertanejo, comidas típicas, concurso de quadrilha e até parque de diversões.

Kimberly Teodoro
Os portões da festa abriram às 18h, para um público que chegou aos poucos.Os portões da festa abriram às 18h, para um público que chegou aos poucos.

O Arraial de Santo Antônio, festa tradicional que homenageia o padroeiro de Campo Grande começou na última (13) e vai até sábado, 15 de junho, com muita música, apresentações de quadrilha, feirinha de artesanato e claro, as comidas típicas que não podem faltar nessa época do ano. Desde arrasta pé até uma voltinha no parque de diversões, a programação tem espaço para toda a família.

Os portões da festa abriram às 18h, para um público que chegou aos poucos, entre famílias atraídas pela variedade da praça de alimentação, gente que veio ver os shows do grupo Laço de Ouro e do cantor Manutti, que abriram o arraial, ou as apresentações do concurso de quadrilhas, que começou às 19h com a turma formada pelos servidores da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur).

Quadrilha Dona Maria abriu o concurso levando até carroça para a festança (Foto: Paulo Francis)"Quadrilha Dona Maria" abriu o concurso levando até carroça para a festança (Foto: Paulo Francis)
Companhia sai de baixo veio com inspirações do nordeste (Foto: Paulo Francis)"Companhia sai de baixo" veio com inspirações do nordeste (Foto: Paulo Francis)

Neste ano serão cinco equipes em busca do troféu, duas delas já passaram pelo “caminho da roça” com muita animação, coreografia e até temática para dar norte à narrativa. A “Quadrilha Dona Maria” foi a primeira concorrente a se apresentar, de carroça e com cenário ao fundo, vestidos amarelos e saias esvoaçantes para as mulheres e camisas azuis e lenços xadrezes para os homens, a equipe narra a chegada de Antônio João à Campo Grande.

Vindos de Jaraguari, a “Companhia Sai de baixo” encerrou a noite com inspiração nas festas do nordeste e entrou até com a sombrinha de frevo na mão, carregando uma cruz como cenário e até um personagem vestido de belão, vestidos coloridos e camisas amarelas com coletes enfeitados pelas típicas bandeirinhas. Aproveitando para lembrar de São João Batista, eles lembraram a influência do santo nos festejos juninos.

As duas apresentações na mesma noite têm um peso diferente para as equipes, que no ano anterior empataram no segundo lugar da competição, mas desta vez, vieram confiantes na vitória. Hoje (14), será a vez das outras três inscritas na competição, as quadrilhas com maior nota dos jurados voltam no sábado (15), quando a grande campeã será anunciada.

Camila e Murilo fizeram questão de ir a caráter.Camila e Murilo fizeram questão de ir a caráter.

Camila Sizu e Murilo Tutida estão curtindo a festa juntos pela segunda vez depois da festa do ano passado, que encantou os dois. Vestidos a caráter, o casal saiu do bairro Monte Castelo só pelo clima da noite e comidas típicas. “A música e as atrações são a parte mais legal. o parque de diversões também”, conta Murilo, que também aprovou os preços. “Comemos bastante coisa, mas devemos ter gasto em torno de uns R$ 25”.

“O mais legal é o concurso de quadrilha, Já a música, eu prefiro forró, até falei para o pessoal que faltou só uma banda de forró para a gente dançar também”, acrescenta Camila, que promete voltar amanhã com um look diferente.

Primeiro ano em Campo Grande, Margarida Cruz dos Santos Lima veio de Corumbá e aproveitou para conhecer também a festa junina daqui. “É difícil comparar, a festa lá é diferente, temos uma tradição que é muito linda, muito maravilhosa, que é a festa da ladeira. Aqui ainda é o meu primeiro ano, não conhecia as atrações, mas estou adorando a música”, relata durante uma pequena pausa na dança com o sobrinho, Wagner Vilalba, para conversar com o Lado B.

O que não faltou à Margarida e ao sobrinho Wagner foi disposição para dançar a noite toda (Foto: Paulo Francis)O que não faltou à Margarida e ao sobrinho Wagner foi disposição para dançar a noite toda (Foto: Paulo Francis)
A decoração ficou por conta da fogueira e das bandeirinhas, tradicionais a cada edição (Foto: Paulo Francis)A decoração ficou por conta da fogueira e das bandeirinhas, tradicionais a cada edição (Foto: Paulo Francis)

“Estamos aproveitando em família, eu moro aqui próximo e gosto bastante da festa. Não tem como comparar com Corumbá, mas é um ambiente muito bom, é mais família, lá é mais agitado”, complementa Wagner.

Tradicional, o arroz carreteiro custa R$ 10 (Foto: Paulo Francis)Tradicional, o arroz carreteiro custa R$ 10 (Foto: Paulo Francis)
A maça do amor e a cocada ficam por R$ 5 reais cada (Foto: Paulo Francis)A maça do amor e a cocada ficam por R$ 5 reais cada (Foto: Paulo Francis)

Há poucos metros do palco, o parque de diversões chama a atenção. O ingresso individual para quem quiser relembrar a infância e dar uma volta nos brinquedos custa R$ 8, promocional, quem comprar quatro entradas juntas, paga R$ 20. Já nos jogos como a tradicional pescaria ou o tiro ao alvo, é necessário desembolsar R$ 10 reais por uma chance com os peixinhos ou 12 rolas que fazem as vezes das balas na espingarda de pressão.

Sem deixar de lado uma das melhores partes da festa, o que não falta são opções de comida, em cada barraca, os preços são os mesmos para uma concorrência mais justa. No cardápio, arroz carreteiro, tapioca, acarajé e espetinho completo por R$ 10, quem prefere o espetinho simples, encontra por R$ 7 cada. O quentão, de pinga ou de vinho sai por R$ 7, enquanto o milho assado custa R$ 4.

Para quem é fã dos doces, a maçã do amor e a cocada saem por R$ 5 cada, também tem fatias de bolo de chocolate, fubá e até pudim por R$ 3. Quem gosta de pipoca gourmet, encontra em dois tamanhos, o pequeno por R$ 5 e o grande por R$ 7. O algodão doce e o copo de churros custam R$ 5 cada, mas para quem preferir também tem churros gourmet com preços que variam de R$ 5 até R$ 15.

Além das comidas típicas e shows, também é possível curtir o parque de diversões em família (Foto: Paulo Francis)Além das comidas típicas e shows, também é possível curtir o parque de diversões em família (Foto: Paulo Francis)

No local não há um estacionamento oficial do evento, mas pelas ruas laterais é possível encontrar quem cuide do carro e até espaços nos terrenos baldios por R$ 10 a vaga para a noite inteira. Para quem for de moto, o preço médio é de R$ 5, com direito a guardar até o capacete.

Programação - Hoje (14) quem comanda a festa é a dupla Munhoz e Mariano, com participação especial dos gêmeos Cigano e Sereno. Em seguida é a vez de João Lucas e Walter Filho, e o cantor Max Henrique para fechar a noite.

A festa acaba no sábado (15), com shows de David e Guilherme, Brenno Reis e Marcos Viola além do cantor Thiago Brava.

O Arraial de Santo Antônio acontece na Praça do Papa, os portões abrem a partir das 18h, com início da programação às 19h e encerramento até meia-noite.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.