ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  15    CAMPO GRANDE 21º

Diversão

De graça: Capital tem chance de ver espetáculo que foi alvo de fake news

“Uma Moça da Cidade” é uma ode ao amor e reflexão crítica sobre as relações humanas em meio ao ódio

Por Thailla Torres | 11/05/2024 09:50
“Uma Moça da Cidade” é antes de tudo uma ode ao amor e um importante mecanismo de reflexão crítica sobre as relações humanas em tempos de discurso de ódio
“Uma Moça da Cidade” é antes de tudo uma ode ao amor e um importante mecanismo de reflexão crítica sobre as relações humanas em tempos de discurso de ódio

Hoje (11 de maio), o projeto cultural "UBU Trans Erê – Identidades em Trânsito", promovido pelo Grupo UBU de Teatro, desembarca no Sesc Lageado, em Campo Grande, para apresentar o espetáculo "Uma Moça da Cidade", dirigido por Anderson Bosh. Com entrada gratuita, serão oferecidas duas sessões, às 10h e às 14h.

É chance do campo-grandense ver um dos espetáculos que foi alvo de fake news e chegou a ser cancelado em cidades do interior de Mato Grosso do Sul.

“Uma Moça da Cidade” é antes de tudo uma ode ao amor e um importante mecanismo de reflexão crítica sobre as relações humanas em tempos de discurso de ódio e intolerância de seus próprios dirigentes, bem como, é um ambiente de denúncia e investigação do universo de exclusão a que o povo “nordestino-sul-mato-grossense” foi submetido. Além disso, o espetáculo traz à tona, a força que o desejo e o amor têm na vida dos sujeitos, emergindo reflexões sobre o respeito ao próximo.

Financiado pela Funarte (Fundação Nacional da Arte), o projeto "UBU Trans Erê – Identidades em Trânsito" tem sido uma ferramenta inclusiva de democratização de acesso à arte levando o teatro para as periferias de Campo Grande, pontua Douglas Moreira, um dos atores da Cia de Teatro..

“Através desse projeto a gente tem expandido nosso público, muita das vezes chegando em locais novos e que as pessoas têm tido contato pela primeira vez com o teatro graças ao ‘Ubu Trans Erê’. No caso do Sesc Lageado, esse já é um grande parceiro nosso. Então, estamos felizes de voltar lá que tem um trabalho lindo com a comunidade. E, convidamos a todos da região do bairro Lageado, vai ser tudo gratuito”.

A gerente do Sesc Lageado, Cirlene Cruz, ressalta a relevância de levar o teatro para a comunidade, especialmente dentro do Sesc, onde o público já tem uma ligação forte com as artes devido às ações da instituição que já está no bairro há 14 anos.

“O Sesc Lageado é uma escola de iniciação cultural. Trabalhamos com cursos na área da música, dança, artes visuais e audiovisual. Então, a motivação foi um contato do Anderson Bosh, diretor da Cia, que falou do projeto, da circulação, e como já somos parceiros, já tivemos várias apresentações do grupo no Sesc em geral, a gente adaptou essa apresentação para um momento que nós temos na unidade, que é de trazer a família pra dentro da unidade, em festas que fazemos”, diz a gestora que vê no sábado a oportunidade de “integração com algumas apresentações de alunos, por isso, colocamos o espetáculo para compor a programação do dia. Então, com certeza vai ser muito legal e divertido tê-los conosco”.

O projeto conta a produção-executiva de Bruna Riquelme, produção logística de Gabriela Lopes, medição e social media, Issel Chaia, intérprete de Libras, Tatiana Tassia, coordenação pedagógica Douglas Caetano, Capacitação (oficinas artísticas), Douglas Moreira e Edner Gustavo, gestão do projeto Anderson Bosh, e produção Grupo UBU. No palco, a magia do teatro fica por conta da direção de Anderson Bosh que, também, divide a cena com os outros dois atores, Douglas Moreira e Edner Gustavo, além da sonoplastia e iluminação de Douglas Caetano.

"UBU Trans Erê – Identidades em Trânsito" - é o único projeto cultural do Centro-Oeste aprovado no Programa Funarte de Apoio a Ações Continuadas (2023).

O diretor Anderson Bosh explica que o projeto tem 11 meses de duração, com uma média mensal de duas apresentações teatrais e rodas de conversa. A iniciativa visa ampliar a compreensão sobre temas como valorização de memória e identidade cultural de um povo, combate ao racismo, empregabilidade de pessoas LGBTQIPAN+ e direito ao acesso à arte e ao lazer.

Além disso, o projeto inclui uma iniciativa de inclusão no mercado de trabalho de pessoas LGBTQIPAN+. Isso porque dentro do projeto são oferecidas bolsas de estudo direcionadas a esse público que muitas das vezes fica à margem da sociedade devido ao preconceito e falta de informação.

Hoje!

  • Data: Sábado (11 de maio)
  • Horário: às 10h e às 14h
  • Local: Sesc Lageado - Rua Selingardi, 483, no bairro Lageado.
  • Entrada gratuita e classificação livre
Nos siga no Google Notícias