ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUARTA  21    CAMPO GRANDE 22º

Diversão

Disputa raiz, laço comprido une fãs e laçadores em dois dias de prova

Com entrada gratuita, 3ª etapa do Laço Comprido Acrissul acontece sábado e domingo no Parque de Exposições

Por Jéssica Fernandes | 09/12/2023 07:30
3ª etapa do Laço Comprido Acrissul acontece neste fim de semana. (Foto: Alex Machado)
3ª etapa do Laço Comprido Acrissul acontece neste fim de semana. (Foto: Alex Machado)

A 3ª etapa do Laço Comprido Acrissul começou em Campo Grande e promete trazer diversas emoções, seja para quem está na arena ou arquibancada. Com mais de 300 laçadores participantes, o evento ocorre no Parque de Exposições Laucídio Coelho neste sábado (09) e domingo (10), das 7h às 22h.

O Lado B acompanhou na sexta-feira (08) o primeiro dia da terceira edição da disputa. Nas primeiras horas da tarde, parte dos competidores estavam aquecendo enquanto pessoas acompanhavam de perto na arquibancada.

Rafael Augusto, de 43 anos, assistia a esposa Renata Simonetto ir de um lado para o outro da arena com o laço em mãos. Familiarizado com o esporte, ele conta que fez mudança para o Estado devido às competições regionais.

Rafael Augusto está acompanhando a esposa na competição. (Foto: Alex Machado)
Rafael Augusto está acompanhando a esposa na competição. (Foto: Alex Machado)

“Eu cresci nesse meio, mas parei de laçar em 2008, mas a minha esposa é treinadora e compete. A gente montou o centro de treinamento aqui porque a maior parte das provas de laço técnico acontecem aqui”, diz.

Os competidores e aqueles que gostam de acompanhar as provas de laço comprido não são os únicos que devem marcar presença no Parque de Exposições Laucídio Coelho. O sócio-organizador de provas de laço comprido da Acrissul, Fábio Araújo fala que o evento é uma oportunidade para o público conhecer e saber mais sobre o esporte.

“Por nós estarmos numa localização boa que é no centro vem muitos visitantes. A gente vê a família passeando, visitando os estandes e na arquibancada. Vem muita gente prestigiar”, afirma.

Na arquibancada, público acompanhu aquecimento dos participantes. (Foto: Alex Machado)
Na arquibancada, público acompanhu aquecimento dos participantes. (Foto: Alex Machado)

Em relação a disputa, o sócio-organizador traz detalhes de como será a programação hoje e domingo. “Sábado é o dia inteiro para a classificação de equipes que são compostas por cinco componentes. Aqui vão correr 40 equipes e depois disso as que tiverem mais pontos são classificadas. As finais são no domingo e no domingo concorrem às taças ouro, prata e bronze. Temos 350 laçadores e a expectativa”, explica.

Entre os laçadores participantes está Acelino Roberto Ferreira Neto, de 40 anos, que começou a praticar o laço comprido há duas décadas. Após ter ficado um tempo parado, ele relata que voltou a praticar e agora está competindo praticamente em casa.

“É maravilhoso, meu avô foi presidente da Acrissul e é um prazer estar aqui onde a gente cresceu. Hoje meus filhos vem, meus amigos e a gente laça numa equipe e é um prazer muito grande”, diz.

Acelino Roberto é um dos laçadores que participam da disputa. (Foto: Alex Machado)
Acelino Roberto é um dos laçadores que participam da disputa. (Foto: Alex Machado)

Muito além do aprendizado na arena, ele destaca que o laço comprido trouxe ensinamentos para o dia a dia. “Foi um grande aprendizado na minha vida desde aprender a perder e a ganhar. A gente aprende a respeitar os outros, as limitações, se dedicar e se reinventar”, frisa.

Competição e artesanato - Na 3ª etapa do Laço Comprido Acrissul, o público também irá encontrar uma feira com produtos artesanais. Parte do  Parque de Exposições Laucídio Coelho está com o estande que reúne desde produtos utilitários a decorativos. Responsável pela feira a convite da Acrissul, Jane Arguello comenta que as produções estão alinhadas com a proposta regional da competição.

“A gente está querendo divulgar o nosso trabalho tanto que da outra vez que tivemos estávamos juntos. As meninas fazem geleia porque a geleia é da fazenda, tem madeira rústica, as meninas das bolsas, doce de leite, facas. A gente queria produtos que fossem casar com o evento”, comenta.

Expositoras levaram geleia artesanal para vender no local. (Foto: Alex Machado)
Expositoras levaram geleia artesanal para vender no local. (Foto: Alex Machado)
Daniel Ricardo fala que cresceu assistindo competições de laço comprido. (Foto: Alex Machado)
Daniel Ricardo fala que cresceu assistindo competições de laço comprido. (Foto: Alex Machado)

Entre os expositores está Daniel Ricardo, de 36 anos, que é idealizador da Nobre Tábua e teve a história de seu trabalho contada neste ano no Lado B. Para a feira, ele levou tábuas de carne, relógio, placas decorativas, facas e outros itens produzidos de madeira.

Apesar de estar trabalhando, ele expõe que conseguiu recordar os tempos em que assistia disputas como a que acontece neste final de semana. “Eu gosto porque cresci no meio rural e tinha um clube de laço próximo e desde pequeno eu ia. Nunca participei, nunca lacei, mas meu irmão laçou”, revela.

Além da feira de expositores, o evento conta com espaço gastronômico onde estão sendo vendidos pastéis, espetinho, sorvete e outras opções. A entrada e o estacionamento são gratuitos para todos os públicos.

A 3ª etapa do Laço Comprido Acrissul acontece das 7h às 22h neste sábado e domingo.

Confira a galeria de imagens:

  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para entrar na lista VIP do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias