A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

26/11/2017 08:34

Em noite portuguesa, fado é a atração principal para descendentes lusos

Essa foi a primeira noite de fado em Campo Grande organizada no clube Estoril

Lucas Arruda
Ambientação com pouca luz e velas era para lembrar as tabernas de Lisboa (Fotos: André Patroni)Ambientação com pouca luz e velas era para lembrar as tabernas de Lisboa (Fotos: André Patroni)

Pouca luz, mesas com velas, mulheres com roupas coloridas e lenços nos cabelos, música tradicional e bastante vinho. Toda essa ambientação foi feita para lembrar as tabernas de Lisboa na 1ª Noite Portuguesa no clube Estoril, que aconteceu na sexta-feira. E a atração principal da noite foi o fado, ritmo tradicional português tocado com guitarra clássica, com apresentação do músico Marcos Assunção.

Até as toalhas das mesas eram verde e vermelha, cores da bandeira de Portugal. A noite foi pensada para que os convidados entrassem numa atmosfera típica do país. “Temos que fazer eventos como este para resgatar a tradição portuguesa mantendo-a viva para os descendentes que existem na cidade, senão acaba-se perdendo a identidade de seus antepassados e de sua cultura”, acredita o presidente da associação Luso Brasileira de Campo Grande, Horácio Andrino.

 

Mulheres com roupas típicas serviam vinho português por láMulheres com roupas típicas serviam vinho português por lá

O fato foi escolhido por ser o ritmo mais tradicional português, tanto que a Unesco o considerou patrimônio imaterial da humanidade. “Quando se fala em Portugal o fado está intimamente ligado, ele já é lembrado. Queremos que essa festa seja realizada anualmente aqui”, revela Horácio.

Essa foi a primeira vez que Marcos Assunção tocou este estilo numa apresentação. Foram três meses de pesquisa e estudos para que tudo saísse perfeito em sua performance. “Eu toco viola caipira e a guitarra portuguesa é precursora dela. O fado é um ritmo peculiar, totalmente diferente do que estou acostumado a tocar, da música brasileira de raiz, tem uma técnica especial de tocar”, conta.

Nas mesas a maioria das pessoas que estavam por lá eram descendentes de portuguesas, como a consultora fiscal Elisa Helena Camponês, que estava acompanhada do marido e o filho de dois anos. Ela sempre foi com os pais para eventos que celebravam a cultura portuguesa, agora pretende passar isso para o filho.

“Gosto de manter as raízes, sempre que tem algo relacionado à Portugal estou presente.Trago isso dos meus pais e agora quero passar para frente”, afirma ela.

O convite para Noite Portuguesa custou R$ 80 e dava direito ao jantar. Foi servido bolinho de bacalhau de entrada, arroz branco e bacalhau assado de prato principal e pudim de sobremesa.

Acompanhe o Lado B no Facebook e no Instagram.

Marcos Assunção se dedicou nos últimos três meses ao estudo do fado, ritmo tradicional portuguêsMarcos Assunção se dedicou nos últimos três meses ao estudo do fado, ritmo tradicional português


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.