A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Novembro de 2019

26/10/2019 13:20

Gastronomia e samba raiz animam Jardim Noroeste a partir das 17h

Danielle Valentim
Grupo Mistura de Raça, Edival Corrêa sentado, Edigar Corrêa em pé à direita, Carlos Miguel Salamene ao centro e Dilson Fernandes à esquerda (Foto: Kisie Ainoã)Grupo Mistura de Raça, Edival Corrêa sentado, Edigar Corrêa em pé à direita, Carlos Miguel Salamene ao centro e Dilson Fernandes à esquerda (Foto: Kisie Ainoã)

O Jardim Noroeste recebe, neste sábado (26), a partir das 17h, o projeto Arte no Meu Bairro com o grupo Mistura de Raça. Além da música, o projeto reúne artesanato e gastron A estrutura será montada na rua Indianápolis, esquina com a Rua Barbacena.

O grupo Mistura de Raça foi fundado em 1992 por Gilbertão, Tissa e Edgar, o Mistura de Raça celebra 27 anos de carreira. O grupo já se apresentou em cidades como Corumbá, Três Lagoas, Ponta Porã, Coxim, Dourados, entre outras, participando, inclusive, de festival de música na Bolívia.

Atualmente, o grupo é formado por Carlos Salamene (violão), Edgar Duque (pandeiro), Dilson Fernandes (banjo), Edival “Tissa” (tantan) e Fabrício Tadeu (cavaco).

O grupo já passou por três mudanças. Da primeira formação, ficaram Tissa e Edgar Corrêa. Depois entrou Dilson Fernandes, conhecido por Dunga do banjo.

No repertório, o que não pode faltar são músicas de Zeca Pagodinho, Martinho da Vila e até de Benito de Paula. Mas o grupo também assina canções.

De acordo com Carlos Salamene, integrante do Mistura de Raça, é uma alegria comemorar mais um ano de grupo participando do projeto Arte no Meu Bairro.

“A energia do palco, do bairro, é mais forte e a gente sente falta desse contato com o público. Vamos fazer um show emocionante, em homenagem ao Gilbertão, nosso fundador e vamos tocar a composição feita para ele, chamada Pedra do Morro”, pontua.

O Arte no Meu Bairro apresenta shows musicais de artistas com renome artístico, assim como músicos e grupos que estão dando os primeiros passos dentro do segmento. O “Palco Itinerante” recebe credenciamento de artistas até 2020.

Os músicos, bandas e duplas locais devem entregar um envelope com a documentação necessária todas as primeiras terças-feiras de cada mês. Na Avenida Afonso Pena, 3.297, Paço Municipal, Térreo.

A documentação exigida pode ser conferida aqui. O “Arte no Meu Bairro – Palco Itinerante” credencia 58 artistas locais, nas modalidades “show de abertura” e “show principal” e o cachê disponível para músicos locais é de R$ 2 mil, e para músicos de renome regional, R$ 4 mil.

Artistas, grupos e bandas de sertanejo, bailero, samba, pagode, bossa nova, MPB, blues, jazz, hip hop, rap, forró, rock e pop rock, música regional, funk, gospel e reggae, podem se inscrever.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.

imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.