ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, SEXTA  03    CAMPO GRANDE 28º

Diversão

Homem não foi a 1ª vítima de jacaré que detesta visitas ao Lago do Amor

Teve criança que viu brinquedo sumir na boca dele e reza a lenda que até cachorro já virou comida

Por Thailla Torres | 25/10/2021 08:16


“Não existe amor no Lago do Amor”. A frase repercutiu nas redes sociais neste fim de semana, depois que um homem foi atacado dentro do lago por um jacaré. É claro que a situação é previsível, uma vez que muita gente sabe que no lago há jacarés, no entanto, ontem, outro vídeo passou a circular e tornou o jacaré apelidado de “Croco” ainda mais famoso.

Em dezembro do ano passado, o animal também destruiu o barquinho de uma menina de nove anos. O pai resolveu testar o brinquedo que deu para a filha e, após alguns minutos, o jacaré atacou o barco e acabou com a brincadeira.

Quem conta essa história é o pai Raick Andrade, de 35 anos. “Dei o barco para minha filha de presente de Natal e fomos ao lago testar”.

O barco estava no centro do lago, quando o jacaré começou a segui-lo e depois sumiu. Raick diz que não imaginava que o ataque aconteceria, quando de repente, a filha assistiu seu barco sendo destruído.

“Quando estava ali na beira, ele deu aquele bote certeiro que destruiu o barquinho”, conta o pai. Apesar da cena triste, a menininha ainda só conseguiu dizer “parabéns, pai”.

Em seguida, Raick busca o que restou do barco com um galho, mas o equipamento não funcionou mais. O jeito foi presentear a filha com outro modelo.

“Ele não é nada amigável mesmo, quer o lago só pra ele”, brinca o pai, que é compositor e hoje trabalha com uma transportadora.

Já nos corredores da UFMS, reza a lenda que anos atrás, o jacaré também comeu um cachorrinho que pertencia a um dos professores da Famez (Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia), enquanto ele caminhava na beira do lago.

Publicado no Passeando em Campo Grande Oficial, o público e o próprio Raick fizeram questão de tirar sarro. “O jacaré do desamor estava lá para mostrar quem manda na bagaça”. Outro seguidor brincou que o animal é o “típico campo-grandense”, já que a cidade tem fama de antissocial.

Confira a galeria de imagens:

  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário