ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  09    CAMPO GRANDE 12º

Diversão

Mamma Mia estreia com força para levar o público às boas memórias

Inspirado na Broadway, 34 atores de Campo Grande fizeram Teatro Glauce Rocha lotar e plateia se emocionar

Por Jéssica Fernandes | 29/06/2022 06:39


Mamma Mia na estreia de terça-feira, 28, no Teatro Glauce Rocha.(Foto: Marithê do Céu)
Mamma Mia na estreia de terça-feira, 28, no Teatro Glauce Rocha.(Foto: Marithê do Céu)

Com um público expressivo no Teatro Glauce Rocha na noite de ontem (28), o grupo Arrebol Cultural fez a estreia do musical Mamma Mia. O espetáculo divertido trouxe os maiores sucessos do grupo ABBA para cativar a plateia. Dividido em dois atos, algumas das canções foram interpretadas em português, como ‘Um de nós’; ‘Não gaste seu Sentimento’ e ‘Sua Mãe Não Pode Saber’.

O diretor e coordenador do projeto de Extensão Arrebol Cultural, do curso de teatro da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), Fernandes Ferreira, de 55 anos, é apaixonado por ABBA.

Ele comenta que desde a infância escutava o grupo sueco e admirava as composições.  “Mamma Mia remota a minha infância quando eu ouvia os discos do meu irmão em casa. Depois, aprendi inglês e fui conhecer as músicas do ABBA. Sempre digo que é a trilha sonora da minha vida”, explica.

No palco do teatro, diretor Fernandes comenta sobre o musical. (Foto: Jéssica Fernandes)
No palco do teatro, diretor Fernandes comenta sobre o musical. (Foto: Jéssica Fernandes)

Após assistir ao musical na Broadway, o diretor viu que era possível trazer a peça para Campo Grande. “Eu fiquei apaixonado ao ver o que o musical produzia na plateia que ficava energizada. Eu falei: ‘Caramba, é um musical que dá para fazer'. Adiei esse sonho até quando achei que estava pronto”, fala.

Na visão do diretor, o espetáculo acontece numa ocasião onde as pessoas necessitam de lazer e diversão. “O momento é bom para Mamma Mia, porque é um musical muito alegre e leve. As pessoas estão procurando rir e dançar. É um momento importante”, enfatiza.

Participando pela primeira vez de uma peça teatral, a cantora Evelyn Lechuga, de 35 anos, foi convidada pelo diretor para interpretar uma das protagonistas, a Donna Sheridan. Evelyn conta como teve a oportunidade de participar do projeto. "O Fer viu meu vídeo cantando nas redes sociais e ele precisava de uma cantora, mas eu não era atriz. Então, ele achou mais fácil adaptar o personagem a mim", diz.

Sophie (Isabella), Donna Sheridan (Evelyn Lechuga) e Skay (Edson) no segundo ato. (Foto: Marithê do Céu)
Sophie (Isabella), Donna Sheridan (Evelyn Lechuga) e Skay (Edson) no segundo ato. (Foto: Marithê do Céu)

Apesar de ser nova nos palcos, a artista tem carreira na música há anos. "Eu comecei a cantar profissionalmente com 15 anos, eu já cantava na noite com a banda. Eu canto MPB, pop, uma vertente mais contemporânea", expõe. Para ela, a experiência de integrar o elenco foi maravilhosa. "Eu tô amando, quero fazer isso para sempre", destaca.

Mamma Mia - Com 120 minutos de duração, o musical teve início às 20h20 com o prólogo ‘Um sonho meu’. No primeiro ato, o público acompanhou o momento onde a jovem Sophie (Isabella Fialho) revela as amigas que escreveu três cartas para os possíveis pais Sam Carmichael (Samir Henrique), Harry Bright (Leandro Marques) e Bill Anderson (Thiago Idelfonso).

Ainda no primeiro ato, a plateia conhece as amigas talentosas de Donna  Sheridan, a Rosie (Nivi Souza) e Tanya (Renata Sena). As três cantam juntas a famosa canção 'Chiquita', sendo que no segundo ato Rosie e Tanya protagonizam canções solo, respectivamente, ‘Sua Mãe Não Pode Saber’ e ‘Bom Pra mim e Pra Você’.  As adaptações para a versão brasileira foram feitas por Moeller e Botelho, mas a versão 'Andante, Andante', do segundo ato, é uma versão especial do diretor Fernandes.

Elenco composto por 34 atores no encerramento do musical. (Foto: Marithê do Céu)
Elenco composto por 34 atores no encerramento do musical. (Foto: Marithê do Céu)

Com cenas engraçadas, o musical também tem momentos dramáticos, como quando Sky (Edson Alves) descobre que Sophie convidou os ex-namorados da mãe para o casamento. Embora tenha adaptado as canções, o elenco composto por 34 atores cantou na versão em inglês as músicas 'Mamma Mia'; Dancing Queen' e 'Waterloo'. Os três sucessos encerraram a peça e trouxeram muita emoção ao público que ficou de pé para aplaudir.

Alex Cristaldo acompanhou Mamma Mia, pois o primo Thiago Idelfonso faz parte do elenco. Embora goste mais dos filmes, comenta que gostou de acompanhar a peça. “Eu sou meio desligado de teatro, tanto que essa é a primeira vez que venho assistir. Tô achando muito bom, muito envolvente as músicas, bacana mesmo”, fala.

Katiucia Andreas, de 45 anos, ficou emocionada com a performance que integrou o segundo ato, a canção Entre os Dedos. Ela relata que sempre acompanha as peças dirigidas por Fernandes e que é fã de ABBA. “Ele é meu conhecido, bastante amigo nosso. Todos os espetáculos que é possível, eu consigo vir. Eu gosto bastante de ABBA também”, expressa.

Musical trouxe versão brasileira das músicas do grupo ABBA. (Foto: Marithê do Céu)
Musical trouxe versão brasileira das músicas do grupo ABBA. (Foto: Marithê do Céu)

Da primeira fileira, Aguena, que participou do segundo Bcast do Campo Grande News, vibrou o tempo todo com o espetáculo e cantou algumas canções. “Eu amei. Parece que eles adivinharam que eu queria um espetáculo animado. Isso aqui tem que viajar o Estado, crescer mais, porque é muito lindo. Eu me senti lá, fiquei apaixonada de ver. Todo mundo tem que vim ver isso daqui”, convida.

Quem ficou interessado em prestigiar a peça, os ingressos seguem à venda no site. Hoje (29) e quinta-feira (30) acontecem as duas últimas apresentações do grupo, às 20h, no Teatro Glauce Rocha.

Público lotou o Teatro Glauce Rocha para acompanhar a peça. (Foto: Marithê do Céu)
Público lotou o Teatro Glauce Rocha para acompanhar a peça. (Foto: Marithê do Céu)

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Nos siga no Google Notícias