A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Março de 2019

04/03/2019 20:31

Mesmo com atraso, clima é tranquilo antes do desfile na passarela do samba

Fora o atraso de pelo menos 20 minutos, não houveram outros imprevistos com as agremiações da escolas, segundo a organização

Adriano Fernandes e Geisy Garnes
Pais e crianças sobre o imenso tapete branco que cobre a passarela do samba. (Foto: Paulo Francis) Pais e crianças sobre o imenso tapete branco que cobre a passarela do samba. (Foto: Paulo Francis)

Ainda é tranquila a movimentação na passarela do samba, minutos antes do início do desfile das escolas do Carnaval de Campo Grande. O evento estava previsto para começar às 20h, no entanto, o bloco da primeira escola convidada que é formado apenas por crianças, atrasou.

Mas nada que causasse a aflição dos poucos fóliões que já chegaram para as apresentações. No local o clima é bem familiar com muitos moradores e crianças reunidas. O desfile acontece ao lado da Praça do Papa, sobre um imenso “tapete” branco que cobre toda a via e que até então, era palco apenas das brincadeiras dos pequenos, acompanhados dos pais.

“A primeira escola sempre atrasa um pouco, mas acreditamos que durante o evento tudo vá se ajeitando para acabar no horário”, comentou Eduardo de Souza, presidente da Lienca (Liga das Entidades Carnavalescas de Campo Grande).

Fora o atraso de pelo menos 20 minutos, não houveram outros imprevistos tanto com as fantasias e carros alegóricos das agremiações, garante Eduardo. 

Após o desfile do bloco convidado quem se apresenta é a Herdeiros do Samba e em seguida da Unidos do Aero Rancho e a Cinderela Tradição. Quem encerra o primeiro dia de desfiles é a a escola Unidos do São Francisco, por volta da 01h.

Amanhã (5), desfilam a Unidos do Cruzeiro, Catedráticos do Samba, Deixa Falar, Igrejinha e Vila Carvalho. A expectativa da organização é contar com um público de 25 mil pessoas, nas duas noites de festa.

Uma das novidades deste ano, é que todas as oito escolas estarão no mesmo grupo, sem divisão de acesso. No entanto, no regulamento, quem ficar em último (8º lugar) na competição perderá 30% dos recursos no Carnaval 2020.

Famílias chegando a uma das passarelas montadas no evento. (Foto: Paulo Francis) Famílias chegando a uma das passarelas montadas no evento. (Foto: Paulo Francis)
Eduardo de Souza, presidente da Lienca (Liga das Entidades Carnavalescas de Campo Grande). (Foto: Paulo Francis) Eduardo de Souza, presidente da Lienca (Liga das Entidades Carnavalescas de Campo Grande). (Foto: Paulo Francis)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.