A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

25/07/2017 12:00

Acessório Aladdin prometia jogos melhores e mais baratos para o Nintendinho

Edson Godoy
O Aladdin com todos os cartuchos lançados para ele.O Aladdin com todos os cartuchos lançados para ele.

Quem não gosta de comprar jogos de melhor qualidade a um preço mais acessível? Hoje em nosso especial História dos Videogames vamos mostrar um acessório que foi criado com esse pensamento: o Aladdin Deck Enhancer. Lançado em novembro 1992 pela empresa Camerica e desenvolvido pela Codemasters – a criadora do Game Genie e que desenvolve jogos até hoje, como os da franquia oficial da Formula 1 –, ele foi lançado de forma não oficial para o NES / Nintendinho, prometendo baratear o custo dos jogos, além de melhorias na parte gráfica.

Mas como esse acessório faria isso? Trazendo dentro dele três dos quatro principais componentes de um cartucho do console:

-Chip para destravamento da autenticação eletrônica do NES;
-Chip de memória, com 8 Kb de RAM;
-Chip gráfico.

Como o acessório já trazia esses componentes, bastaria para a empresa lançar cartuchos contendo apenas o chip com a ROM do jogo. O Aladdin então era encaixado no slot de cartuchos do NES e um cartucho menor contendo a ROM do jogo era inserido nele. No pacote inicial, o Aladdin era acompanhado de um jogo de aventura em plataforma bem bacana: Dizzy The Adventurer.

O acessório ao lado de dois dos seus cartuchos.O acessório ao lado de dois dos seus cartuchos.

A ideia era boa, só que a chegada tardia do acessório ao mercado diminuiu muito suas chances de sucesso, pois em 1992 o NES já não reinava soberano, pois Mega Drive e Super Nintendo já estavam no mercado. Isso fez com que o interesse pelo Aladdin fosse bem menor que o esperado por seus desenvolvedores, o que ocasionou vendas baixíssimas e consequentemente, pouco interesse das softhouses em criar jogos para ele.

Diante desse insucesso, apenas sete cartuchos foram lançados para o Aladdin, sendo que vários deles acabaram também sendo lançados em formato de cartucho normal para o NES. Os prejuízos com o acessório acabaram levando a Camerica à falência em abril de 1993, poucos meses após o lançamento. Não há número estimado de vendas do acessório. Mesmo sendo um produto bastante curioso e objeto de desejo de colecionadores, ainda é encontrado com uma certa facilidade em sites como o ebay e por preços convidativos.

Conheça a Mega Eletrón, a loja online de games oficial do Vídeo Game Data Base, o museu virtual brasileiro dos videogames. O VGDB terá neste ano um estande cheio de diversão e informação na Brasil Game Show, a maior feira de games da América Latina, que acontece na cidade de São Paulo/SP de 11 a 15 de outubro no Expo Center Norte. Compre já o seu ingresso e não perca o maior evento gamer do Brasil.

Curta o Lado B no Facebook.




imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.